Texto/Fotos: Marcos Lock

Depois de uma carreira de muitos anos como vendedor de lojas e uma curta e traumática experiência como dono de terras em Mato Grosso, Agnaldo Oliveira e sua esposa voltaram para Ariquemes, em situação financeira bastante precária. Foi, então, que ele decidiu recuperar um velho sonho que o acompanhava desde criança: tornar-se um padeiro, mas não um padeiro qualquer. Ele queria fazer pães artesanais, recheados de originalidade. Dos pães ele também partiu para fazer biscoitos, sempre com muitas pitadas de criatividade.

Foi com esta ousadia que ele montou a Cantinho das Cucas, agroindústria que já existe há cinco anos e com a qual ele atende uma clientela em Ariquemes que, assim como ele, adora novidades, ainda mais quando são gostosas,

OS CLIENTES FICAVAM CURIOSOS PELO INEDITISMO

Esta mesma veia empreendedora o fez participar pela primeira vez da Rondônia Rural Show. Sua ousadia valeu a pena: os inéditos biscoitos de cupuaçu (o Proaçu da Amazônia) que trouxe na bagagem precisaram ser repostos com urgência. Não sobrou nada da fornada inicial posta à venda no estande das agroindústrias.

Outras criações como o pão integral de tapioca, a cuca sabor pizza recheada com frango, catupiry e palmito, a empada sem glúten e o pão de leite que dura até dez dias fora da geladeira foram muito apreciados pelas pessoas que vieram ao evento.


AGORA ELE QUER VENDER EM OUTROS MUNICÍPIOS DO ESTADO

Sua agroindústria, que funciona na própria residência, está toda legalizada. Oliveira vende seus produtos de porta em porta por todos os bairros de Ariquemes, a bordo de sua moto sem carretinha. Como conhece todo mundo na cidade ele não hesita em vender fiado, se os clientes estão sem dinheiro no momento da venda. No entanto, ele garante que a maioria deles não apenas paga como compram mais.

Sua intenção agora é aumentar o leque de vendas estabelecendo representantes em outros municípios do estado. Interessados podem ligar para os telefones 9.9924-9404 ou 9.9305-5088.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here