A OPERAÇÃO DUROU CINCO HORAS E MEIA E TRANSCORREU SEM INCIDENTES

A primeira cirurgia de coração realizada no interior de Rondônia, que aconteceu nesta sexta-feira (06) em Ji-Paraná, durou cinco horas e meia e foi bem sucedida. O procedimento teve início às sete horas da manha no Hospital Cândido Rondon (HCR). A paciente, Lucimara de Oliveira, de 34 anos, saiu da sala conversando, recebeu visita da família e deve voltar às atividades normais dentro de dois meses.

Lucimara, agricultora de Nova Brasilândia do Oeste/RO, recebeu uma nova válvula mitral, uma das quatro do coração responsáveis pelo bom funcionamento do órgão. 

A EQUIPE MÉDICA DIRETAMENTE ENVOLVIDA NA CIRURGIA

O pós-operatório de Lucimara será de dois dias na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e, a partir daí,  ficará quatro dias em um apartamento do hospital até receber alta.  

Nem a equipe médica e nem os fornecedores de materiais, além do próprio hospital HCR, não cobraram nada pelo procedimento, que custaria pelo menos R$ 80 mil.  Além da equipe médica envolvida diretamente na cirurgia, pelo menos 13 outros médicos e enfermeiros permaneceram na sala durante o procedimento.

A equipe médica foi composta dos cirurgiões cardíacos Francisco Siosney e Daniel Trompieri, do médico anestesista Thiago Serra, da biomédica perfusionista Michelle Moreira e da enfermeira instrumentadora Laura Cristina.  

 

Ainda não há comentários, seja o primeiro.