Apesar da crise econômica e sanitária provocada pela pandemia do novo coronavírus, o Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER), vem trabalhando para solucionar uma série de problemas na infraestrutura viária do Estado.

Em Ji-Paraná e Presidente Médici, região central, o DER está atualmente executando serviços no Aeroporto “José Coleto”, enquanto uma força-tarefa está fazendo o aterro das cabeceiras da ponte sobre o rio Urupá na RO-135, além de cumprir com o cronograma de recuperação e manutenção da malha viária sob sua responsabilidade.

Na ponte sobre o rio Urupá, o DER está trabalhando por execução direta o levantamento de aterro nas cabeceiras para posterior pavimentação, eliminando o gargalo no trânsito deste trecho da RO-135, que liga a cidade de Ji-Paraná ao distrito de Nova Londrina e dá acesso à BR-429, que atravessa o Vale do Guaporé. O trabalho está sendo realizado por uma força-tarefa do próprio órgão.

INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA

Para atender recomendações da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o governador coronel Marcos Rocha determinou e o DER vem realizando os trabalhos de regularização da área no entorno da pista, com serviço de terraplanagem e fazendo a alteração do traçado da estrada que margeia o aeroporto, para construção da nova cerca de alambrado.


O diretor-geral do DER, Elias Rezende, explica que, “desde o início da gestão do governador Marcos Rocha, foi estabelecido um plano anual de trabalho para recuperar a infraestrutura viária de Rondônia, que estava muito deteriorada. Com base neste planejamento, o Departamento vem conseguindo levantar o maquinário para manutenção das rodovias e realizar serviços de melhoria na infraestrutura com otimização no investimento dos recursos”.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

1 COMENTÁRIO

  1. Gostaria de saber porque governado esqueceu linha principal que liga ouro Preto a vale do paraíso as estradas estão péssima e já morreu muita gente por conta do abandono que governo fez a esta rodovia e pena porque população está sofrendo muito e desanimados para quem conhecê estou falando da linha 200 que foi literalmente abandonada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here