O DELEGADO ROLANDO ESTEVE EM RONDÔNIA DURANTE DOIS ANOS

O recém-empossado diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre de Souza, já trabalhou na superintendência da instituição, em Rondônia, em 2014. Ele foi nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro a partir de decreto publicado em edição extra do Diário Oficial da União, publicado na manhã desta segunda-feira (4).

O delegado Rolando é ex-aluno da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), é graduado em Direito e em Ciências Contábeis e exerce a função de delegado de carreira da PF desde 2005. Na corporação foi chefe do Serviço de Repressão a Desvio de Recursos Públicos e ocupou cargos de chefia na Divisão de Combate a Crimes Financeiros com passagem por Rondônia, onde permaneceu por dois anos.

A assinatura do termo de posse deu-se também nesta segunda-feira (4), em reunião fechada no gabinete do presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto. Souza ocupava a Secretaria de Planejamento e Gestão da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) desde setembro de 2019.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here