Nove cidades de Rondônia não farão seu carnaval

0
74

Nove cidades de Rondônia cancelaram seus carnavais. Segundo as prefeituras, assim como em 2017, o foco dos gestores é priorizar investimentos para outras áreas, como saúde e educação. Entre as festas carnavalescas canceladas no estado estão algumas das mais conhecidas pelos foliões, como a Jifolia da cidade de Ji-Paraná. As outras cidades são Ariquemes, Cacoal, Espigão do Oeste, Guajará Mirim, Nova Mamoré, Pimenta Bueno, São Miguel do Guaporé e Vilhena.

Com o cancelamento do carnaval nas maiores cidades do interior do estado, os foliões fanáticos terão como opções as festas particulares em clubes, associações ou outras situações particulares. Em Ji-Paraná está confirmado o “Vinde e Alegrai-vos”, promovido pela juventude da Renovação Carismática Católica. 

Saiba alguns detalhes deste cancelamento do Carnaval em algumas cidades do interior rondoniense:

JI-PARANÁ

O município cancelou o carnaval pelo segundo ano seguido. A festa era conhecida como Jifolia. Segundo o poder executivo, os cerca de R$ 40 mil que seriam destinados ao período carnavalesco serão redistribuídos entre os diversos programas e projetos desenvolvidos e mantidos pela Fundação Cultural de Ji-Paraná.

ARIQUEMES

A prefeitura de Ariquemes anunciou que, pelo quinto ano consecutivo, não haverá festa pública de carnaval na cidade, que fica a 200 quilômetros de Porto Velho. Segundo o prefeito Thiago Flores (MDB), a data “não passará em branco” e atividades internas serão realizadas com alunos nas escolas.


CACOAL

Assim como no ano passado Cacoal não irá realizar o carnaval com o recursos da prefeitura. Segundo a presidente interina da Fundação Cultural de Cacoal, Jheniffer de Sousa Mariano, não houve tempo hábil para a contratação dos serviços necessários para a festa. Ainda de acordo com Jheniffer, o carnaval é uma festa cara e o município não tem recursos neste momento para realizar o evento. O foco da pasta neste ano é investir mais no projeto ‘Sonharte’, que atende crianças carentes.

VILHENA

Pelo quarto ano consecutivo o carnaval de rua não será realizado em Vilhena por causa de problemas financeiros. A prefeitura alega seguir exemplo de outras cidades do estado, que decidiram não fazer a festa pública.Segundo o presidente Fundação Cultural de Vilhena (FCV), Djavan Santos, a decisão foi tomada com a anuência da prefeitura.

 


CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here