Nova diretoria da AMT promete mudanças no trânsito de Ji-Paraná

O ORGÃO DA PREFEITURA VAI IMPLEMENTAR MUDANÇAS PARA ELEVAR SEGURANÇA DE PEDESTRES E DAR MAIS FLUIDEZ AO TRÂNSITO

0
196


Melhorar a fluidez do trânsito e reduzir os índices de acidentes nas ruas e avenidas de Ji Paraná são os objetivos e desafios da nova direção da Autarquia Municipal de Trânsito (AMT), na cidade com frota de mais de 80 mil veículos. 
Entre os projetos a serem implantados, o cumprimento da decisão da Justiça, que determina a retirada de todos os tachões, conhecidos como sonorizadores, proibidos desde 2009 pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) devido aos riscos de danos aos veículos. Sendo seu uso considerado irregular pelo Instituto Brasileiro de Defesa da Cidadania (Ibradec).


 .

O novo presidente da AMT, Paulo Moura, pretende buscar meios junto à Justiça, para rever a decisão. Para ele as tartarugas apresentam uma maior eficácia para o motoristas reduzirem a velocidade. Entre as medidas que serão adotadas, a transformação em mão dupla no trecho da T-20 entre Brasil e Aracaju, implantação de rotatórias em alguns pontos e remanejamento de sinalização semafórica de outros. A nova diretoria já está desenvolvendo um estudo dos investimentos que serão implantados no trânsito da cidade, para melhorar a fluidez do trânsito e reduzir os índices de acidentes.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.