A população da segunda maior cidade de Rondônia tem muitas razões para comemorar a data do seu aniversário. Ji-Paraná completa nesta quarta-feira, 22 de novembro, 40 anos de emancipação. O município respira um clima festivo com diversas atrações musicais, esportivas e culturais em uma programação que se estende até final do mês de dezembro. Porém, a maior alegria ji-parananese é motivada por uma série de conquistas importantes alcançadas nos últimos anos.

Ji-Paraná vem passando por obras de infraestrutura constantes, visando melhorias nas condições de vida na cidade e recebendo novos empreendimentos privados com os quais, somente nos últimos seis meses, foram gerados mais de 3.500 empregos diretos e com previsão de que outros 1500 postos de trabalho sejam abertos nos próximos meses.

A saúde pública deu um salto. É o único entre os 52 municípios, com nota máxima em recente avaliação aferida pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Aumentou consideravelmente o número de médicos, são 50 profissionais atuando na rede básica e outros 75 no Hospital Municipal.  As equipes de PSF passaram de 13 para 29, todas completas, formadas por médico, enfermeiro e agentes comunitários.  Os postos de saúde foram todos reformados e ampliados e receberam novas mobílias e equipamentos.

A cidade possui também a melhor educação do Estado, com índices atestados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e pelo Instituto Ayrton Senna, recebendo o titulo de Município Excelência em Educação e conquistando, pela segunda vez consecutiva, o melhor Ideb do Estado.

As obras de infraestrutura cresceram de forma muito positiva. Somente agora em 2017 são mais de 60 obras em andamento. Estão em construção uma oficina ortopédica, Centro especializado em Reabilitação Física, Auditiva e Intelectual (CER),  duas Unidades Básicas de Saúde, uma Unidade de Pronto Atendimento – UPA e o Samu (Serviços de Atendimento Móvel de Urgência).


No Hospital Municipal registram-se obras importantes como a construção de uma Clínica Cirúrgica, do Centro de Diagnóstico por Imagem, da ampliação da cozinha do HM, a construção de um refeitório, construção de 10 leitos para UTI, do Centro de parto Normal, da ampliação da ala de geriatria e dos ambulatórios, a construção do laboratório de análises clínicas e do Pronto Socorro Infantil.

No setor de saúde estão sendo erguidas 10 novas escolas municipais; quatro estão sendo reformadas; e há a construção de duas quadras poliesportivas e do auditório para Escola Família Agrícola.

Na cidade estão sendo erguidos 10 quiosques, há a reconstrução da ponte sobre o Rio Urupá e está em curso a pavimentação e recapeamento de diversas ruas. Também segue a ampliação do Feirão do produtor, do parque ecológico, além da construção de praça e pista de caminhada no bairro Alto Alegre.

Em pouco mais de quatro anos, o município tornou-se referencia na Região Norte devido à  eficiência na gestão fiscal e à aplicação dos recursos públicos obtendo excelentes avaliações pelo Tribunal de Constas do Estado, Tribunal de Contas da União (TCU), Índice FirJan, Controladoria Geral da União (CGU) e pelo Conselho Nacional de Administração (CNA).

A cidade possui uma economia bastante diversificada, com presença significativa do comércio e da prestação de serviços, com importantes indústrias instaladas, especialmente no processamento de alimentos. É considerada a capital do agronegócio, com o título outorgado pelo Governo do Estado e Assembleia Legislativa, sediando inclusive, a maior feira de agronegócio da Região Norte, a Rondônia Rural Show. Ji-Paraná foi apontada pelas Revistas Veja, IstoÉ e Valor Econômico como uma das 100 melhores cidades para se morar no País.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here