Um dos crimes que está chocando o estado, o assassinato de Jéssica Moreira Hernandez, de 17 anos, em Cerejeiras, parece ter tido um desfecho. Segundo a Polícia Civil de Cerejeiras, após sua prisão  Diego Parente pediu para prestar um novo depoimento e teria confessado a participação no crime.

Ele disse que seu primo, Ismael Silva, de 30 anos, estava desconfiado que Jéssica o teria traído e programou um teste de fidelidade em que Diego participaria. Nas declarações ao delegado, Diego disse então  que mandou uma mensagem para Jéssica dizendo que precisava mostrar algo a ela.

Ao chegarem na casa onde a menina foi morta, Diego convidou Jéssica para entrar e usou como argumento uma traição anterior de Ismael meses antes, na tentativa de arrancar dela uma possível confissão. Pressionada pela circunstância a garota acabou dizendo que havia sim traído o namorado.

Ismael, que estava já do lado de fora da casa ouvindo a conversa, entrou e, empunhando uma barra de ferro, teria desferido um golpe contra a cabeça de Jéssica que desmaiou. Ela ainda teria acordado após o ataque mas foi novamente imobilizada. Transtornado Diego acabou matando a namorada com três facadas, uma nas costas e outras duas no pescoço, diante do primo.

Ao constatarem que ela estava morta, Diego se encarregou de deixar o corpo no local onde ele foi encontrado por duas mulheres que faziam caminhada, na segunda-feira (24). O próprio namorado foi quem primeiro comunicou à família que a garota estava desaparecida, cerca de duas horas após ela sair de casa, o que levantou suspeitas.


Ele, com grande desfaçatez, era uma das pessoas que liderava as buscas quando se acreditava se tratar de um sequestro. Em sua rede social, no Facebook, o rapaz chegou a fazer diversas postagens sobre o desaparecimento da menina e, depois da confirmação da morte, se despedia dela com mensagens emocionadas

Ismael, ainda de forma dissimulada, também prestou depoimento e nada confessou em um primeiro momento.  O primo Diego informou onde estariam a bicicleta e o celular da garota: eles teriam jogado em um poço na casa. Os bombeiros devem descer o poço para tentar resgatar os objetos. Segundo o delegado Piça, a esposa de Diego não é suspeita de participação no crime e a revisão de sua prisão temporária já foi solicitada. 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here