Está marcado para os dias 31 de julho, 1 e 2 de agosto, um mutirão de exames e orientações para prevenção e diagnóstico da hanseníase. As avaliações serão feitas dentro da Carreta do Projeto Roda Hans, do Ministério da Saúde em parceria com o Governo do Estado e Prefeitura de Ji-Paraná. O veículo ficará três dias estacionado no Ginásio de Esportes Gerivaldão, no centro do Primeiro Distrito.

Para organizar esse atendimento, uma triagem será realizada nos dias 26, 27 e 30 de julho, no Centro Especializado em Patologias Tropicais Padre Adolfo Rohl, em Ji-Paraná. Devem comparecer pessoas que têm alguma mancha esbranquiçada, avermelhada ou amarronzada, em qualquer parte do corpo, com perda ou alteração da sensibilidade.

O horário de atendimento desta triagem será das 8 horas às 12 horas e das 14horas às 18 horas.

“O atendimento será completo. A pessoa que for diagnosticada com a doença, já receberá os remédios e sairá da carreta com o tratamento iniciado. O acompanhamento será feito durante seis meses ou um ano conforme a necessidade, no Adolfo Rohl”, explicou a diretora do Centro Especializado Adolfo Rohl, Marcelle Carvalho Gil,

A  AÇÃO  FAZ  PARTE de uma campanha do Governo Federal que está acontecendo em várias cidades do Brasil, principalmente na Região Norte do País para identificação de casos de hanseníase.

Em Rondônia o Governo do Estado oferece a logística e os municípios a estrutura, equipamentos, materiais e os profissionais para que o atendimento seja feito. A carreta tem espaços como laboratórios e consultórios médicos.

Ainda não há comentários, seja o primeiro.