Em Ji-Paraná a mobilização contra o corte de verbas e a reforma da previdência mobilizou cerca de 200 entre estudantes, professores e dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado Rondônia (Siuntero). Eles se reuniram a partir das 7 horas da manhã em frente ao portal principal do campus da Unir, portando muitas faixas e segurando cartazes de mão com frases alusivas às causas defendida. Eles devem prosseguir ali acampados durante todo o restante do dia.

No meio da manhã, o diretor geral do campus, que está com suas atividades suspensas durante todo o dia, prof. dr. João Gilberto de Souza Ribeiro, foi ao encontro dos manifestantes dar seu apoio ao movimento. Quem também esteve prestando sua solidariedade no local foi a vereadora do PT, Cláudia de Jesus, que concedeu uma entrevista ao repórter Marcos Lock, registrada em pod cast mais abaixo.

JACILDA DO NASCIMENTO (DIR.), JOÃO DINIZ E MÁRCIA DOS SANTOS (ESQ.), REPRESENTANTES DO SINTERO NO MOVIMENTO JI-PARANAENSE

O diretor da regional do Sintero de Ji-Paraná, João Diniz, um dos organizadores do movimento de hoje, declarou que é preciso chamar a atenção da sociedade para este “desmonte” da educação brasileiraa e esta reforma injusta da previdência, que “só vai prejudicar os mais pobres”. Ele acrescentou que este movimento também está se organizando na capital federal. “Nós protocolamos um convite a todos os nossos oito representantes em Brasília na semana passada, para que eles se posicionem claramente a respeito desta nossa luta. A população precisa saber o que eles estão pensando e fazendo a esse respeito de dois temas tão importantes para o Brasil“, enfatizou Diniz.

Também estiveram o movimento aqui em Ji-Paraná as diretoras da regional Guaporé do Sintero, Jacilda do Nascimento e Márcia Cristina dos Santos.

Ouça a seguir as entrevista com a vereadora Cláudia de Jesus e do diretor do Sintero, João Diniz:


 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here