Monitor da Violência: um ano depois, apenas um caso de morte violenta foi julgado em RO

0
22

Mais de 40% das mortes violentas registradas em Rondônia em agosto de 2017, durante o projeto Monitor da Violência, ainda não tiveram os inquéritos concluídos pela Polícia Civil. Dos 9 assassinatos ocorridos em uma semana, cinco foram concluídos e quatro não tiveram solução. Só um dos casos foi julgado até agora.

Os quatro casos não concluídos pela polícia são todos de Ariquemes:

  1. João Domingos Bastos Junior, jovem morto durante uma abordagem policial
  2. Ademilson Souza da Silva, executado a tiros em uma estrada
  3. Carlos Pereira do Nascimento, homem achado morto com a cabeça esmagada em um terreno baldio
  4. E o de uma vítima achada carbonizada em uma estrada (enterrada como indigente)

Segundo o Código de Processo Penal, um inquérito policial deveria ser concluído em 10 dias quando houver prisão em flagrante ou 30 dias em caso de inexistência de prisão cautelar. Os delegados, no entanto, podem pedir um prazo maior para elucidar o caso – o que normalmente acontece.

O novo levantamento revela que:

  • dos 9 casos estão em andamento
  • 5 foram concluídos
  • em 4 casos a autoria segue desconhecida
  • 5 casos tiveram os autores identificados
  • em 4 casos foram decretadas prisões para 8 suspeitos
  • Em 4 casos os autores já respondem processos na Justiça de RO
  • Apenas caso foi julgado



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here