Momento Cívico é realizado no Palácio Urupá nesta quinta (2) pela manhã

0
14

Nesta quinta-feira (2) aconteceu a solenidade do Ato Cívico referente à semana da Pátria, no pátio da Prefeitura de Ji-Paraná. A cerimônia contou com a presença do Prefeito Isaú Fonseca (MDB), do Vice-prefeito Joaquim Teixeira (MDB), do Presidente da Câmara Municipal de Ji-Paraná (CMJP), Welinton Fonseca (MDB), do secretariado municipal, do corpo jurídico da prefeitura, dos representantes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, bem como dos servidores municipais e da população que veio participar.

Após o Hino Nacional, com o hasteamento das bandeiras do Brasil, Estado e Município, o Prefeito Isaú Fonseca agradeceu a presença de todos, fez menção à importância que possuem os serviços do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar para os moradores da cidade, e também do valor dos professores e demais servidores do Município.

Isaú afirmou que é urgente que se resgate nas crianças o espírito de patriotismo, e, para que haja esse resgate, é preciso também que invista na valorização dos professores.

“Não é função dos professores educar as crianças, os pais educam, os professores ensinam. Para resgatar o espírito cívico em nossas crianças é preciso que sejam desenvolvidas ações que deem suporte aos professores em salas de aula, que tirem de seus ombros responsabilidades que não são deles”, disse Isaú Fonseca.

“Estou alinhando com o Secretário de Educação, Jeferson Barbosa, a criação de uma equipe multidisciplinar, em junção com o Ministério Público, com a Justiça da Infância e Juventude, Conselho tutelar, psicólogos, pais e professores, para que nossas crianças sejam devidamente assistidas”, continuou o Prefeito.


Ainda fazendo uso da palavra, Isaú fez menção de um texto bíblico. “Ensina a criança o caminho que deve andar e até quando envelhecer não se desviará dele”, concluiu.

O vice-Prefeito Joaquim Teixeira disse que é necessário que os cidadãos tenham respeito e amor entre si, que é necessário que se tenha temor de Deus em seus corações, que, se assim agirem, Deus os ajudará.

“Se o meu povo que clama por meu nome orar e me buscar, se humilhar, e se arrepender se seus pecados, eu os ajudarei”, disse Joaquim, citando trecho da Bíblia, e, em seguida, fez uma oração, intercedendo por todas as autoridades constituídas do país, estados e municípios, também por todos os cidadãos brasileiros, dado assim por encerrada a solenidade.  



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here