Mesmo vacinado com a 2ª dose, covid mata Agnaldo Timóteo neste sábado (3)

0
15
EM SUA CARREIRA DE QUASE 6,5 DÉCADAS, AGNALDO TIMÓTEO GRAVOU 50 DISCOS

Apesar de já ter sido vacinado duas vezes, o cantor Agnaldo Timóteo, 84, faleceu neste sábado (3), no Rio de Janeiro, devido a complicações decorrentes da covid-19. Ele foi internado apenas dois dias depois da segunda dose do imunizante e foi logo para a UTI Casa São Bernardo, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. No hospital ele estava precisando de ventilação mecânica invasiva para se manter vivo.

O Instituto Butantan explica em seu site que é possível se contaminar mesmo após a vacinação e que, após receber a segunda dose, são necessárias algumas semanas para que o organismo atinja uma imunidade considerada segura.

Na última sexta-feira (2) o cantor teve uma piora no estado de saúde, comunicada por seu sobrinho em nota. Contudo, mesmo com os médicos e a família dizendo estar confiantes de sua recuperação, Agnaldo, que fazia parte do grupo de risco não resistiu.

O filho do cantor, conhecido como Timotinho, publicou um vídeo no Instagram, confirmando e lamentando a morte do pai. Emocionado, ele agradeceu pelo carinho que recebeu e desejou que Agnaldo descanse em paz.

ÚLTIMO TRABALHODuas semanas antes de ser internado com covid-19, Agnaldo Timóteo começou a gravar um álbum em homenagem à Angela Maria, de quem foi motorista nos anos 1950, antes de se lançar na carreira de cantor. Em algumas horas, o cantor gravou sete músicas do repertório da cantora. As gravações foram feitas somente com o toque do piano de Moisés Pedrosa, único músico presente no estúdio.


AGNALDO EM UM DE SEUS PRONUNCIAMENTOS NA TRIBUNA

CARREIRA POLÍTICA A popularidade como cantor romântico e a fama de valente, sem papas na língua, renderam muito votos a Agnaldo Timóteo. Entre 1994 e 2004 ele teve cinco passagens por cargos políticos como deputado federal e vereador.

Em 1982, ele se elegeu a primeira vez como deputado federal pelo PDT fluminense com a expressiva votação de quase 500 mil votos. A sua posse, em fevereiro de 1983,  ficou marcada pela frase “Alô mamãe”, ao simular na tribuna um telefonema para sua própria casa. 

Em 1994, filiado ao PPR, o cantor voltou à Câmara dos Deputados como suplente de Amaral Neto. Em 1996, teve sua terceira experiência política, agora como vereador no Rio de Janeiro. A carreira política foi retomada em 2004, quando, radicado em São Paulo, foi eleito vereador pela cidade, agora pelo PP. Foi a  em sua quinta e última experiência na carreira política. 

“Tenho personalidade forte, cheguei a ser agressivo e até a arrumar briga nesse meio político. Agora, estou cuidando melhor do meu lado de cantor. Antes, utilizava a tribuna para falar o que pensava. Hoje, quando quero expressar minha opinião, vou aos programas de TV”, declarou em 2018 a um jornal de Minas Gerais. 

SUA ÚLTIMA APARIÇÃO NA TV FOI NO PROGRAMA ‘CONVERSA COM BIAL’

CANTOR TINHA MEDO DA CONTAMINAÇÃO Timóteo já havia se manifestado em defesa do cumprimento de protocolos contra a covid-19. Em abril de 2020, durante uma entrevista à TV Globo, ele declarou estar preocupado com a doença: Estou vivendo a realidade do planeta. Dentro de casa há mais de mês sem poder trabalhar. Preocupadíssimo porque a doença é gravíssima, parou a nação brasileira e parou todo o mundo. Espero que todos do meu tempo, da década de 50 para a frente, cumpram as necessidades determinadas pela medicina”.

Em 20 de janeiro deste ano, ele participou de uma live beneficente no Santuário Cristo Redentor para ajudar famílias e instituições durante a pandemia de covid-19. “Agradecemos a imensa corrente de fé que o mundo e, principalmente, a sociedade brasileira está fazendo em prol da grande luta pela sobrevivência humana no combate à covid-19. Um show inédito em minha carreira musical”, afirmou Timóteo à equipe de comunicação responsável pelo santuário.

Aos 82 anos, em 2019, ele sofreu um AVC, mas recuperou-se depois de muitos dias internado e deixou o hospital sem sequelas. Sua última entrevista na TV foi no programa “Conversa com o Bial” em dezembro. Em sua longa carreira, Agnaldo Timóteo gravou 50 discos sempre  com seu inconfundível estilo romântico.


CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here