O mutirão de consultas médicas, realizado no sábado (26) e domingo (27), no município de Machadinho do Oeste, resultou em mais de 1.400 mil atendimentos. A base foi montada na Escola Estadual Alberto Nepomuceno. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) utilizou a ocasião para realizar campanhas educativas.

Durante o mutirão, centenas de pessoas, como a trabalhadora rural Cleide Teixeira de Almeida, foram atendidas por médicos especialista sem precisar viajar até Porto Velho, como tem sido a rotina delas.

Cleide leva regularmente o filho Wesley, de 14 anos, ao neurologista e admite que os gastos com os medicamentos consumidos pelo adolescente não são caros, mas o deslocamento para a capital é desgastante. “Paguei 250 reais por uma consulta, em Ariquemes. Disseram que agora custa 400 reais. Tinha atendimento agendado em Porto Velho para segunda-feira, dia 28, mas aqui é melhor”, disse Cleide.

O Mutirão Itinerante de Consultas Especializadas funcionou como a presença itinerante da Policlínica Oswaldo Cruz. Durante dois dias são realizadas consultas nas áreas de cardiologia, ortopedia, ginecologia, dermatologia, reumatologia, pneumologia e endrocrinologia, entre outros. Os pacientes vêm de toda a região.

Os 23 médicos especializados, que deixaram a família e o lazer para participar do mutirão, também enriqueceram as carreiras conhecendo a realidade de um dos maiores municípios do estado e também as demandas da região. “É a oportunidade de estar mais próximo destas pessoas, que são tão necessitadas. Saber mais sobre elas”, revelou o gastroenterologista Edson Saworski, paranaense que trabalha há 17 anos em Rondônia.




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here