Morreu na manhã desta quarta-feira (9), o agente penitenciário Danilo Cassimiro Moreno, agredido brutalmente na madrugada do último sábado (5), com uma paulada na cabeça desferida por Diego Rodrigues, que foi preso horas depois. O crime aconteceu próximo a uma fábrica de gelo, no município de São Francisco do Guaporé. Ele teve morte cerebral.

Após ser socorrido para o Pronto-Socorro da região em estado gravíssimo, Danilo precisou ser transferido para o município de Cacoal, onde ficou em coma na UTI. Na última terça-feira (8), Danilo foi transferido para a UTI do Hospital dos Acidentados, mas ele não resistiu e morreu durante esta manhã.

Segundo o delegado que investiga o caso, Rondinelly Moreira, o criminoso Diego Rodrigues, que antes iria responder por tentativa de homicídio triplamente qualificado, agora responderá por homicídio.

O caso

Segundo relatados de testemunhas, Diego chegou ao local como carona de amigos e acabou confundiu o veículo na hora de ir embora, entrando no carro do agente penitenciário. Uma confusão foi iniciada entre os dois, e a situação aparentemente resolvida. Mas apenas por pouco tempo. Momentos depois, Diego se armou com um pedaço de madeira, aproveitou a distração da vítima e a golpeou com uma paulada na cabeça.

Com a forte pancada, Danilo caiu desacordado e foi socorrido por amigos até o pronto socorro. O agressor tentou fugir do local, mas acabou imobilizado por uma testemunha até a chegada da Polícia.


Segundo o delegado Rondinelly Moreira, três pessoas foram conduzidas suspeitas de estarem envolvidas no caso, mas após as investigações preliminares da Polícia Civil, apenas Diego foi preso em flagrante.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.