Ji-Paraná não tem mais uma GOTA DE COMBUSTÍVEL para carros e motos

0
111

Ji-Paraná está sem uma gota de combustível para carros e motos. Todos os cerca de 30 postos estão desabastecidos. O último deles, que resistiu bravamente à greve dos caminhoneiros, foi o Posto Amaral, no Segundo Distrito, que trabalhou até por volta de 16h35, momento em que o sr. Amaral fez a última venda e a reportagem do Repórter RO estava lá neste exato instante. 

Mais de 200 pessoas, muitas com suas motos e a maioria portando galões, ficaram desapontadas com a notícia do dono do estabelecimento e ao mesmo incrédulas. Resistiam a deixar o posto. Estavam atônitas e não sabiam bem o que fazer. Entre elas, Lidiane da Silva Santos, moradora do Jardim Capelasso, que estava desalentada. Sem combustível não poderia voltar para casa. Ao mesmo tempo não sabia onde deixar a sua moto Biz uma vez que o posto proibiu ali a permanência de qualquer veículo.

Os amigos Josicleiton e Cleberson estavam com galões nas mãos somando 80 litros e também estavam ali sem saber bem o que fazer. Eles chegaram ao posto por volta das 13 horas e não conseguiram adquirir nada. Eles pretendiam comprar gasolina.

O repórter Marcos Lock encontrou o autônomo Luiz José Santana sentado em sua bombona e na sua frente estava outro galão. Estava cansado, afinal tinha chegado ali a muitas horas também. Ele pretendia voltar para casa com os dois recipientes cheios. Veio a pé de sua casa que fica 3 km porque precisou deixar o carro lá, que também ficou de tanque vazio. Como todos, sua sensação era de uma grande decepção e nunca imaginou viver uma situação dessa. 

O dono posto. sr. Amaral, concedeu uma entrevista ao site Repórter RO logo depois de efetuar a última venda. Ouça a conversa concedida em meio a uma pequena multidão que se recusava a acreditar na cruel notícia: nenhuma gota de  de combustível havia para ser vendida mais por ali:


 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here