Isaú segue na íntegra decreto estadual e pede que população denuncie abusos

Prefeitura disponibiliza Central de Atendimento Administrativo, para denúncias pelos telefones: 3416-4000, 3416-4030 e 3411-4216, de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h.

0
34

A prefeitura de Ji-Paraná está seguindo o decreto estadual 25.728, deste último dia 15, que impôs novas restrições ao horário de circulação de pessoal, ao horário noturno de abertura do  comércio e com relação à venda de bebidas alcoólicas. Os comércios deverão lacrar ou isolar os locais onde estão expostas as bebidas, ou retirá-las das prateleiras, freezeres e refrigeradores, a fim de coibir sua aquisição.

A Vigilância Sanitária Municipal está autorizada a adotar providências legais para fazer cumprir a proibição da venda de bebidas alcoólicas, inclusive aplicando multas e apreendendo os produtos, se necessário.

A população, segundo a Prefeitura de Ji-Paraná, precisa denunciar quem estiver desobedecendo as novas determinas e, para tanto, disponibilizou uma Central de Atendimento Administrativo, que pode ser acessada pelos telefones: 3416-4000, 3416-4030 e 3411-4216, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h.

Estas são as medidas que estão em vigor durante dez dias. Confira:

  1. Circulação de pessoas em espaços e vias públicas, entre das 20h às 6h, com exceção do transporte de cargas e produtos essenciais à vida, como alimentos e medicamentos e insumos médico-hospitalares;
  2. Deslocamento no mesmo horário para serviços de entrega, com exceção de produtos farmacológicos, medicamentos e insumos médico-hospitalares;
  3. Também está vedado o deslocamento de pessoas, salvo se for para prestar assistência ou cuidado a doentes, idosos, crianças ou pessoas com deficiência ou necessidades especiais; 4.
  4. Os estabelecimentos de ensino em geral e templos religiosos de qualquer culto deverão exercer suas atividades de forma remota, por meio de transmissão via internet, televisão ou pelas redes sociais.
  5. O atendimento presencial ao público, nos órgãos da administração direta e indireta do município, também fica suspenso, devendo ser realizado exclusivamente por meio de tecnologia.

“Estamos passando por um momento muito difícil, com os hospitais totalmente lotados, nos levando a estabelecer medidas mais enérgicas e restritivas no âmbito local. Essa decisão segue as medidas propostas pelo Decreto Estadual [N.º 14374], que estipula medidas mais rígidas de isolamento social”, declarou o prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca (MDB).




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here