Internações diminuem mais de 60% no Centro de Covid de Ji-Paraná

0
13

Nos últimos dias, o Hospital Municipal Dr. Claudionor Couto Roriz registrou uma queda de aproximadamente 60% no número de pacientes internados em tratamento contra o novo coronavírus (Covid-19).

Na manhã desta sexta-feira (23), 34 pacientes estavam internados no Hospital Municipal, sendo que sete deles em leitos de unidade de tratamento semi-intensivo (Semi-UTI), outros 14 estavam na ala de isolamento, 11 na enfermaria do HM e dois pacientes no ambulatório do Setor de Enfrentamento Covid-19.

Em comparação com os números do dia 10 de abril, o percentual de internação caiu 60,46%. Nesta data o Hospital Municipal tinha 86 pacientes internados, sendo dez pessoas em leitos de Semi-UTI, 29 na ala de isolamento, 17 na enfermaria e 30 no ambulatório de Enfrentamento covid-19, 

A fila de espera na ala de triagem do Centro de Atendimento para Enfrentamento à Covid, anexo ao Hospital Municipal, também registrou queda nos últimos dias. O atendimento na ala de triagem funciona com a classificação de cores, com os pacientes sendo socorridos de acordo com a urgência dos casos.

No começo de abril, dez pacientes estavam na fila esperando por uma vaga de transferência para leitos de unidade de tratamento intensivo (UTI). Atualmente, nenhuma pessoa está na fila aguardando regulação para encaminhamento à UTI.


A diretora-geral do HM, Maria Edenite Barroso, acredita que a queda na ocupação dos leitos é um reflexo do avanço da vacinação contra a Covid-19 e do comportamento das pessoas que respeitaram às medidas de combate à doença.

“A diminuição vem em um momento em que a vacinação também está crescendo, com cerca de 10% da população de Ji-Paraná tendo recebido ao menos a primeira dose. As pessoas também entenderam a importância das medidas de combate à Covid-19”, destacou Edenite Barroso.

VIGILÂNCIA TOTAL — O titular da Secretaria Municipal de Saúde, Ivo da Silva, ressaltou que, mesmo com a queda no número de internações, Ji-Paraná não pode relaxar e os cuidados sanitários, como a higienização das mãos e o distanciamento social, devem ser mantidos.

“Não podemos vacilar! É sempre importante frisar a importância de se manter os cuidados, evitando as aglomerações, lembrar-se do uso das máscaras e do álcool em gel. A queda é o resultado desses cuidados, mas temos que manter essas medidas, para que os números não voltem a subir”, alertou Ivo da Silva.

Segundo os dados do Boletim Epidemiológico desta quinta-feira (22), desde o início da pandemia, Ji-Paraná registrou 15.189 casos confirmados, com 14.281 pessoas curadas e 488 casos ativos.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here