Instituto atesta que RO está em 4º lugar em ranking brasileiro na solução de crimes

0
3

Um levantamento feito pelo Instituto Sou da Paz, apontou que Rondônia está em quarto lugar no ranking dos estados brasileiros que mais solucionaram crimes de homicídio com 74% de resolução.

A eficácia do trabalho realizado pelos policiais da Delegacia Especializada em Crimes Contra Vida (homicídios) da capital e interior, bem como das unidades policiais em todo estado foi reconhecida na pesquisa.

Segundo a pesquisa, em primeiro lugar ficou o Estado do Mato Grosso do Sul (89%), logo em seguida Santa Catarina, com 83%, Distrito Federal, 81% e Rondônia, com 74% de resolução.

Só esses quatro Estados aparecem com alta eficácia de esclarecimento. Outros oito Estados são classificados como tendo média eficácia (entre 66% e 33% de esclarecimento), enquanto outros cinco estão abaixo de 33%, o que os coloca em posição de baixa eficácia.

Para a delegada Leisaloma Carvalho, o número representa um bom resultado no trabalho dos investigadores da delegacia, juntamente com delegados e escrivães que atuam initerruptamente nos casos de homicídio. “Mesmo com a falta de efetivo, a gente não deixa de cumprir nosso papel, que é resolver crimes, dando uma satisfação para a população. Nossas equipes não param, temos servidores honestos e comprometidos com a Polícia”, disse a delegada.


Na região norte, Rondônia fica em primeiro lugar na resolução de crimes, segundo Leisaloma Carvalho. “É muito orgulhoso para a Polícia Civil do nosso estado, apresentar números positivos. Quem trabalha com homicídio sabe que é um crime de difícil investigação e elucidação com a identificação e responsabilização dos autores. As equipes trabalham em regime de plantão, para que a gente consiga apresentar uma resposta referente a crimes contra a vida”, enfatizou.

O delegado André Tiziano, destaca o trabalho rápido da Polícia Civil de Rondônia na investigação dos crimes. “Nosso trabalho precisa de uma celeridade e imediatismo nas apurações. Tão logo a gente toma ciência do ocorrido, nossas equipes iniciam os trabalhos para investigar o crime, e consequentemente chagamos ao autor do fato”, destacou.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here