O CONTADOR JOSÉ LUIZ R. ROCHA, DIRETOR DA ULTRA CONTABILIDADE, COORDENA UMA GRANDE EQUIPE DE FUNCIONÁRIOS

11A partir de hoje a Ultra Contabilidade, de Ji-Paraná, passa a prestar um grande e exclusivo serviço aos leitores/internautas do portal Repórter RO, respondendo questões cruciais que envolvem a Declaração do Imposto de Renda de 2019. Muitas são as dúvidas que persistem na hora de preencher o documento. Selecionadas com cuidado e critério, elas serão respondidas no formato pergunta/resposta em matérias que serão publicadas ao longo do mês de abril.

É preciso frisar que os contribuintes têm até 30 de abril, às 23h59 (horário de Brasília), para enviar os dados ao Fisco. Quem não entregar no prazo terá de pagar multa de 1% sobre o imposto devido ao mês. O valor mínimo é de R$ 165,74 e o máximo é de 20% do imposto devido. A expectativa é que 30,5 milhões de contribuintes entreguem a declaração este ano, de acordo com a Receita Federal. 

Qualquer tipo de dúvida ou questão relacionada ao Imposto de Renda deste ano pode ser encaminhado ao e-mail [email protected] ou pelo whatsapp 9.9328-1521. A questão será encaminhada à Ultra Contabilidade que fornecerá a resposta neste espaço. 


Vamos às dúvidas de hoje:

COMO DECLARAR SALDO DO POUPANÇA NO IR?

O saldo superior a R$ 140,00 contido na caderneta de poupança deve ser declarado na ficha Bens e Direitos – código 41. Como os rendimentos de poupança são isentos, devem ser declarados na ficha Rendimentos Isentos e Não Tributáveis – linha 12. 

APOSENTADOS OU DOENTES COM ENFERMIDADES GRAVES SÃO DISPENSADOS DA DECLARAÇÃO?

Não, pessoas nessas situações são isentos do pagamento do IR, mediante comprovação. No entanto, a doença, por si só, não as isenta de apresentar a declaração.

DEVO EMITIR UMA DECLARAÇÃO PARA CADA FONTE PAGADORA?

Não, independente da quantidade de fontes pagadoras, o contribuinte deve fazer apenas uma Declaração de Ajuste Anual. Basta inserir cada fonte em um campo próprio.

EXISTE LIMITE DE IDADE PARA APRESENTAR A DECLARAÇÃO?

Não, o contribuinte pode emitir sua declaração anual de imposto de renda em qualquer etapa da vida

PRECISO DECLARAR SEGURO-DESEMPREGO NO IR?

Sim, na ficha de Rendimentos Isentos e Não-Tributáveis, informando o Fundo de Amparo ao Trabalhador como fonte pagadora (CNPJ 07.526.983/0001-43. Já o aviso prévio é declarado de duas formas. O valor recebido como aviso prévio trabalhado é declarado na ficha de Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Jurídica.

 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.