Implantação do Samu em Ji-Paraná é avaliada pela Câmara Municipal

0
113

Os médicos Bruno Brasil e Rodrigo Mezzomo e o enfermeiro Igor Silveira expuseram ao presidente da CMJP o funcionamento do Samu na cidade. Segundo eles, o serviço possibilita uma resposta rápida nos atendimentos de urgência à população e, com isso, tem salvado muitas vidas onde é implantado.

O Samu é um serviço gratuito, que funciona 24 horas, por meio da prestação de orientações e do envio de veículos tripulados por equipe capacitada. Ele é acessado pelo número 192 e acionado por uma Central de Regulação das Urgências, conforme informações do Ministério da Saúde.

Apto — O médico Bruno Brasil avaliou que Ji-Paraná está apto a implantar o Samu em função do número de habitantes (131,5 mil – dados do IBGE) e do funcionamento, em breve, de uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). Ele explicou que metade (50%) dos recursos para instalação e manutenção do serviço vem do Governo Federal, 25% do Estado e 25% do município. “O Corpo de Bombeiros realiza um atendimento de resgate e salvamento e a equipe do SAMU de atendimento pré-hospitalar que tem mais chances de evitar sequelas ou mesmo a morte da vítima”, avaliou o médico Rodrigo Mezzomo. O SAMU opera na cidade de Ariquemes desde 2012.

“A partir do momento em que a UPA entrar em funcionamento, o SAMU será o passo seguinte para melhorar ainda mais o atendimento na saúde. Por isso, a Câmara de Ji-Paraná tem se preocupado em reunir informações para auxiliar a prefeitura na implantação do serviço”, garantiu Afonso Cândido.




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here