Grife produz roupa esportiva e antiviral contra o coronavírus à base de nanopartículas

0
30
SIMONE MARIANO DESENVOLVEU OS MODELOS COM OS TECIDOS QUE PROTEGEM CONTRA O CORONAVÍRUS — Foto: Arquivo Pessoal

Novos hábitos estão surgindo durante esta pandemia do novo coronavírus. Agora mais do que nunca, a saúde é a principal preocupação de grande parte da população. Foi pensando neste novo estilo de vida, que uma marca confeccionou uma roupa esportiva antiviral e eficaz contra o coronavírus. A peça é uma das novidades da Felinju Online.

O tecido foi apresentado para Simone Mariano já no início de maio, quando a pandemia já estava instaurada. Após conhecer o produto, ela fez pedido com urgência e em dez dias já estava com a peça na modelagem, tudo para conseguir apresentar o produto durante a Felinju. “Produzimos 60 peças e acredito que até o final da feira já vamos ter mais em pronta-entrega, mas estaremos recebendo pedidos”, afirmou.

O tecido, confeccionado com nanopartículas tecnológicas, faz com que o vírus não se hospede na roupa e permite que a malha não seja um meio de transmissão e transporte para outros ambientes. A malha possui eficácia comprovada de 99,9%, além de possuir as certificações ISO 18184 para a redução dos vírus e AATCC 100 para a redução de bactérias.

“Este tecido antiviral e também antibactericida é eficaz contra os vírus envelopados, ou seja, os vírus da mesma família do novo coronavírus, e também contra vírus não envelopados. Com ela, o vírus é inativado em até 15 minutos”, explicou Simone.

A marca aplicou a tecnologia e uma blusa de manga longa e uma calça jogger. Segundo a diretora, as pessoas sentem-se mais seguras ao vestir a roupa e por isso, a procura vem sendo maior do que o imaginado. “Agora com esta situação da pandemia, as pessoas ficam preocupadas quando tocam em algum lugar, quando saem e precisam chegar em casa e colocar roupa para lavar. Com estas peças, nada disso é preciso, você já sabe que está sendo protegido pela malha”, afirmou.


As peças possuem garantia de 20 lavagens. O recomendado é que ela não seja lavada com a frequência de uma roupa fitness tradicional, por possuir antibactericidas, ela só deve ser lavada quando a sujeira seja aparente na malha.

A roupa teve uma aceitação melhor do que o imaginado. Por isso, a marca já está testando máscaras de proteção com esta malha. A expectativa é que em 15 dias, eles já tenham uma resposta sobre a eficácia da máscara produzida.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here