Governo informa que casos da Covid-19 estão dobrando a cada dia em RO

0
20

A curva do Coronavírus em Rondônia está em fase de aceleração, segundo informou a gerente de vigilância epidemiológica da Agevisa, Arlete Baldez, durante coletiva realizada na manhã desta quarta-feira (3). Por conta disso, o secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, voltou a alertar a população sobre a importância de obedecer ao decreto que define distanciamento social, por conta do aumento no número de casos.

A gerente explica que a curva está em franca aceleração, por isso o número de casos estão dobrando praticamente todos os dias. “Com o início das testagens rápidas, provavelmente os números aumentarão ainda mais. A única saída para evitar o aumento de casos é o isolamento social”, explicou.

Ela disse que há uma estimativa de que Rondônia comece a entrar no pico da doença no próximo dia 20. “Isso pode não acontecer, é uma estimativa, não podemos garantir no momento”, afirmou.

De acordo com Arlete Baldez, quando o número de casos confirmados e internações começarem apresentar sinais de redução, será um sinal de que a curva está diminuindo, mas a população terá que continuar cumprindo as orientações básicas de saúde para não voltar a aumentar.

Segundo o boletim, o número de pacientes internados na rede pública e privada chegou a 321. A taxa de letalidade do vírus em Rondônia é de 3,1%, metade da média nacional, correspondente a 172 mortes.


Leitos

Fernando Máximo explicou que as UTIs do Cemetron e do Samar estão 100% ocupadas. Nesta manhã, surgiram três vagas de UTI na AMI, totalizando 91,4% de ocupação e mais quatro vagas no Hospital João Paulo II. No interior, no Hospital Regional de Cacoal, 87,5% dos leitos de UTI estão ocupados. “Isso significa que estamos completamente no limite, os leitos esgotados. Os hospitais da rede privada estão na mesma situação, lotados. A população precisa nos ajudar, ficando em casa quem puder”, alertou.

Servidores

De acordo com a Sesau, 930 servidores foram afastados de suas funções, entre casos confirmados, suspeitos e do grupo de risco. Outros 198 profissionais de saúde que atuam no Hospital João Paulo II, testaram positivo para Covid-19. No Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, 139 servidores foram infectados com a doença. O número de curados entre profissionais do município e do estado chegou a 783.

Além de casos de Covid-19 confirmados em servidores do João Paulo II e Hospital de Base, também foram registrados situações de trabalhadores infectados no Hospital Infantil Cosme e Damião, Lacen, Cemetron, Hospital Regional de Cacoal, Heuro, no hospital da rede pública de Buritis e em Extrema, elevando o número de positivados da área da saúde.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here