Governo cumpre ‘ameaça’ e exonera servidor que faltou a reunião política

0
109

O servidor público estadual Antônio de Assis Soares Furtado, que ocupava a chefia da regional da Emater, Território Central em Ji-Paraná, foi exonerado do cargo por ordem do governador Marcos Rocha (sem partido), que atendeu um pedido do presidente da entidade, Luciano Brandão.

O motivo para a exoneração do servidor de  ‘De Assis’, como é conhecido, foi porque ele não participou de uma reunião política na noite da última quinta-feira (22), em Ji-Paraná, com a presença do governador Marcos Rocha, que teve como foco o pedido do Governo para que todos os servidores em cargos de confiança em vários municípios do interior apoiem e peçam votos para os candidatos a prefeito governistas. Nos bastidores correu o comentário que quem não obedecesse a ordem seria exonerados sumariamente.

Pela falta no compromisso o presidente da Emater Luciano Brandão, indicado para o cargo pelo deputado estadual Eurípedes Lebrão, fez cumprir a ordem e pediu a exoneração do funcionário, que tinha 30 anos de serviços prestados à empresa. Brandão já alimentava o desejo de exonerar De Assis do cargo de regional,  uma vez que é ligado politicamente ao deputado estadual Laerte Gomes.

Para o lugar de De Assis o indicado é o também servidor de carreira da Emater, João Vilmar Rabel, que estava  exercendo a chefia do Centrer. A indicação é do candidato a prefeito de Ouro Preto do Oeste pelo Patriota, empresário Marcos Antônio Marques.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here