Goleiro de 17 anos morre na Argentina após defender pênalti com o peito

0
35
RAMÓNS ISRAEL CORONEL TINHA SONHO DE SE PROFISSIONALIZAR NO FUTEBOL ARGENTINO Foto: Divulgação

Um goleiro de 17 anos, do Unión de Golondrina, equipe que disputa a Liga Regional Nortista, morreu após sofrer um ataque cardiorrespiratório decorrente de uma bolada no peito recebida durante a disputa de pênaltis da partida que disputava.

O jovem, identificado como Ramón Ismael Coronel, chegou a ser levado ao hospital da cidade de Reconquista, que fica na província de Santa Fé, mas não resistiu e morreu.

Os familiares do jovem disseram, segundo a agência estatal “Télam”, que não havia ambulância no local do jogo e que tiveram que levá-lo ao hospital em um carro particular.

A partida era disputada em um campo que fica a 50 quilômetros da cidade de Reconquista. Após defender uma das cobranças dos adversários, Ramón começou a comemorar e, de repente, caiu no chão.

“A única coisa que eu posso dizer é que não entendo por que em um evento como esse não havia uma ambulância”, disse Eduardo Coronel, pai de Ramón, em entrevista ao jornal Reconquista Hoy.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.