FIRJAN atesta em seu índice: JPr é o município que mais se desenvolveu em RO

Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro divulgou seu respeitado IFDM, o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal 2018, que monitorou indicadores sociais em 5.471 municípios brasileiros

0
45

Divulgado nesta quinta-feira (28) pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), com base em dados de 2016, o IFDM – Índice Firjan de desenvolvimento Municipal 2018 monitorou os indicadores sociais em 5.471 municípios, onde vivem 99,5% da população brasileira.

Dentre os 52 municípios rondonienses, Ji-Paraná é o que mais desenvolveu em 2016, em Rondônia, atingindo a 755ª posição do ranking nacional. Vilhena ficou em segundo e ficou com a 960ª colocação, seguido de Ariquemes, Cacoal, Pimenta Bueno, Pimenteiras e Porto Velho. O pior índice em Rondônia é Cujubim.

O estudo adota uma escala de avaliação que vai de 0 a 1 – quanto mais próximo de 1 maior o desenvolvimento do município. As cidades são divididas em quatro categorias: baixo desenvolvimento (de 0 a 0,4), desenvolvimento regular (0,4 a 0,5), desenvolvimento moderado (de 0,6 a 0,8) e alto desenvolvimento (0,8 a 1). O índice vem sendo aferido há uma década.

Ji-Paraná, por exemplo, atingiu o índice de 0,7729; Cujubim 0,5057. Em termos de região Norte, Pixuna, no Amazonas ficou entre as piores cidades com desenvolvimento calculado em 0,3214. Lábre (AM), Santa Rosa dos Purus (AC) e Porto de Moz (PA) estão entre as dez cidades com o piores índices de desenvolvimento.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here