‘Eu amo o Nordeste’, diz Bolsonaro em evento na Bahia

0
22

presidente Jair Bolsonaro disse “amar o Nordeste” e lamentou a ausência do governador da Bahia, Rui Costa (PT), em evento de inauguração do aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista (BA), na manhã desta terça-feira, 23. “Lamento governador da Bahia não estar aqui, afinal ele estaria ao lado do povo”, afirmou o presidente.

Em um dos momentos de sua fala, o presidente disse ter “repulsa por quem não é brasileiro” e criticou “xiitas ambientais”, que, segundo ele, prejudicam o desenvolvimento do turismo no Brasil e a imagem do País no exterior. Bolsonaro falava sobre a intenção de revogar a proteção ambiental da Estação Ecológica de Tamoios, no litoral do Rio de Janeiro. 

“Eu tenho um sonho: Quero transformar a baía de Angra (dos Reis, no Rio de Janeiro) numa Cancún (balnerário mexicano no Caribe). Cancún fatura U$ 12 bilhões anuais. E a baía de Angra fatura o que? Quase zero, por causa dos xiitas ambientais, esses que fazem uma campanha enorme contra o Brasil lá fora. Eu não sei por que essa gente tem tanto amor por ONGs estrangeiras. O Estado está aparelhado. Não temos preconceito contra ninguém, mas temos uma profunda repulsa por quem não é brasileiro”

‘Somos todos paraíbas’

A visita de Bolsonaro ao Nordeste serviu para que o presidente pregasse união em sua segunda viagem oficial à região, depois de entrar em atrito com os governadores Estados, de partidos da oposição. “Somos todos paraíbas, somos todos baianos”, discursou ao público de apoiadores bolsonaristas que o aguardavam sob chuva, do lado de fora do aeroporto, numa espécie de comício da inauguração da obra. “É um prazer estar aqui em Vitória, na Bahia, é uma honra hoje eu também ser nordestino cabra da peste.”

“Eu amo o Nordeste. A minha filha tem em suas veias sangue de cabra da peste. Cabra da peste de Crateús, no nosso Estado mais lá para cima, o nosso Ceará”, disse Bolsonaro. “Não estou em Vitória da Conquista,  não estou na Bahia, e nem no Nordeste. Estou no Brasil. Não há divisão entre nós. Sexo, raça, cor, religião ou região… Somos um só povo, uma só raça, um só ideial e um só objetivo: colocar esse grande País no lugar que ele merece.”


Regendo a plateia, Bolsonaro ordenou e causou frisson entre os convidados: “Quem é nordestino levanta o braço. Quem concorda com o presidente Bolsonaro levanta o braço. Estamos juntos ou não estamos?”. 

“Nosso governo não tem muito recursos. O Brasil está com dificuldades, mas o pouco que temos muito bem empregaremos”, disse Bolsonaro, vestindo no palanque um chapéu de vaqueiro. “O que não somos é aqueles que querem puxar para trás o nosso Brasil. Lamento não estar presente aqui o governador da Bahia (Rui Costa, do PT) até porque não podemos concordar com quem quer mudar a cor da nossa bandeira. A Bahia e o Nordeste vão crescer porque estão sendo pela primeira vez tratados como iguais. O Brasil é uma só união.”



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here