Estado volta atrás e reclassifica Ji-Paraná na Fase 2 do plano ‘Todos por Rondônia’

0
13

Nesta segunda-feira (11) o Diário Oficial do Estado de Rondônia voltou atrás e reclassificou a cidade de Ji-Paraná na Fase 2 do Plano Todos por Rondônia. A decisão deu-se por conta de documentos e informações apresentados pela equipe do prefeito Isaú Fonseca na última sexta-feira (8) à Secretaria Estadual de Saúde, em Porto Velho.

Ontem de manhã, a prefeitura usando de prerrogativas federais já havia decretado a volta da cidade à Fase 2, com a expedição do Decreto Municpal N.° 14.187

Na última sexta-feira (8), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) havia publicado o novo enquadramento dos municípios retornando Ji-Paraná para a Fase I, medida mais restritiva no plano de ações de combate à Covid-19.

“Nosso decreto municipal mostra que estamos na Fase II, com base em estudos e análises, e, com certeza, Ji-Paraná não irá para a Fase I”, afirmou Isaú Fonseca.

“Nós descentralizamos, tirando os casos leves do Hospital Municipal, deixando o HM apenas com atendimento de casos graves. As unidades do Jardim dos Migrantes e do bairro BNH farão esses atendimentos”, declarou o prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca (MDB).


Agora, de volta à Fase II, o decreto municipal autoriza o funcionamento de diversos setores do comércio, que poderão estender o funcionamento até as 22 horas. “Restaurantes, lanchonetes e similares, que antes não tinham horário para fechamento, e agora vão poder funcionar somente até as 22 horas. Outros estabelecimentos, como supermercados, poderão prolongar o atendimento até as 22 horas, com o intuito de diminuir a aglomeração”, declarou a titular da Secretaria Municipal da Mulher, Ana Maria dos Santos Forte.

Os estabelecimentos comerciais devem fixar, na entrada do estabelecimento e de forma visível, a quantidade de pessoas permitidas, em termo absoluto, e as orientações das medidas sanitárias. O funcionamento de bares, boates e casas de shows continua proibido durante a Fase II.

Denúncias de comércios desrespeitando o decreto municipal podem ser realizadas para a Divisão de Vigilância Sanitária, por meio do telefone 3422-1456. Aglomerações podem ser comunicadas através do 190, número do Disque Denúncia da Polícia Militar (PM).



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here