Enfermeiros, técnicos de enfermagem e vacinadores das Unidades Básicas de Saúde (UBS) da Prefeitura de Ji-Paraná estão participando de um processo de treinamentos sobre o plano de ação para organizar ainda mais os procedimentos das salas de vacinas da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).
Os profissionais estão recendo orientações sobre o Procedimento Operacional Padrão (POP), e a importância da integração entre as equipes da UBS e setor de imunização do município. 
Segundo o diretor da Divisão de imunização da Semusa, Rafael Araújo, o trabalho faz parte do projeto de planificação coordenado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Governo do Estado e Prefeitura de Ji-Paraná, que tem o objetivo de fortalecer a Atenção Básica no município.
“A intenção é melhorar o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde. Além disso, queremos sensibilizar os profissionais para que colaborem no fortalecimento da imunização no município, como ação efetiva e estratégica da atenção primária à saúde em Ji-Paraná.”, explicou o diretor.
Rafael frisou que nesse processo da planificação a sala de vacina será melhor integrada com as equipes das UBS. “Além da supervisão do setor de imunização, as salas de vacinas são acompanhadas por um enfermeiro da unidade. Sendo assim, aumenta o vínculo entre o vacinador e os serviços que são prestados dentro da unidade. Em épocas de campanhas de vacina, por exemplo, o resultado é muito melhor”.
Para a enfermeira Camile Ferronato, que atua na UBS Dom Bosco, o trabalho de integração fortalece o que os profissionais já estão fazendo rotineiramente. “Esse trabalho em equipe irá propiciar que a gente amplie a oferta no atendimento e melhor cuidado com o usuário. A responsabilidade da sala de vacina é também do enfermeiro da unidade. O vacinador tem alguém mais próximo dele para tirar as dúvidas, inclusive do paciente. A consequência disso é a confiança do usuário que vamos conquistando cada vez mais”, ressaltou.

Ainda não há comentários, seja o primeiro.