MOVIMENTO PRODUZIU GRANDE ENGAVETAMENTO SOBRE A PONTO DO RIO MACHADO (Foto: PortalJipa)

Nas primeiras horas da manhã deste sábado (13) a fiscalização sanitária de Ji-Paraná, acompanhada da Polícia Militar, foi às ruas para notificar e pedir o fechamento do comércio não essencial que estava funcionando, medida prevista no decreto expedido pela prefeitura de Ji-Paraná nesta sexta-feira (12),para conter o avanço dos casos de Covid-19 na cidade.

As empresas com mais de uma loja foram visitadas e os fiscais avisavam que se a filial precisaria fechar também, sob pena de multa. Inicialmente a fiscalização produzia um alerta e solicitava o fechamento imediato, já expedindo o ultimato que em caso de desobediência haveria a aplicação da multa.

Vários empresários se mostraram revoltados e afirmavam que sequer conheciam a íntegra do decreto com as novas medidas. Eles diziam que as atuais regras foram divulgadas somente no início da noite de sexta-feira (12).

Como resultado uma manifestação com carros percorreu ruas dos Dois Distritos e vários participantes dirigiram-se para a frente da casa do prefeito Isaú Fonseca, fazendo um grande buzinaço para dar continuidade às manifestações. No local, não foram atendidos por ninguém. O prefeito Isaú, segundo informações, estava fora da cidade. Por cerca de 40 minutos os carros também provocaram um engavetamento sobre a ponte do Rio Machado, que só foi desfeito com a chegada de viaturas da Polícia Federal. Veja vídeos cedidos pelo site ProNotícias:


 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here