Em videoconferência Detran discute estratégias para Campanha ‘Maio Amarelo’

0
9

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) promoveu na manhã de hoje, quarta-feira (24), uma videoconferência que contou com a participação de cerca de 70 pessoas de várias instituições e empresas da iniciativa privada para alinhar as ações da 8ª edição da Campanha Maio Amarelo de 2021, que traz como tema, “Respeito e Responsabilidade: Pratique no Trânsito”.

O diretor-geral do Detran, coronel Neil Aldrin Faria Gonzaga fez a abertura da videoconferência. O evento on-line teve a participação do presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária, José Aurélio Ramalho e do juiz de direito da Vara de Delitos de Trânsito da Comarca de Ji-Paraná, Oscar Francisco Alves. O diretor-geral ressaltou a importância de todos os órgãos trabalharem engajados na Campanha Maio Amarelo objetivando a redução de acidentes e mortes no trânsito em Rondônia.

Em seguida, a reunião foi comandada pela diretora Técnica de Educação de Trânsito (Dtet), Claudia Roberta Stochi que explicou que a videoconferência teve como finalidade firmar parceria com empresas da iniciativa privada e instituições governamentais para trabalharem juntos, as ações do Maio Amarelo em Rondônia.

Com a pandemia da Covid-19, que não permite aglomerações, a sugestão é investir no visual dos prédios das empresas e instituições com laços e luzes amarelas, cor que simboliza a campanha.

O presidente do Observatório, José Ramalho falou que a principal causa de mortes de pessoas de zero a 16 anos são causadas por acidentes de trânsito e reforçou a importância da educação no trânsito para crianças. “Temos que levar educação de trânsito para as crianças”.


O juiz de direito, Oscar Francisco Alves titular da Vara de Delitos de Trânsito em Ji-Paraná, também falou sobre a importância das ações conjuntas envolvendo a sociedade para conscientizar a população. O juiz destacou como positiva a iniciativa do diretor-geral do Detran Rondônia, coronel Neil Gonzaga e da diretora-geral adjunta, Benedita Oliveira por promoverem ações voltadas à sociedade, das quais ele já teve a oportunidade de participar e contribuir.

A Campanha Maio Amarelo foi criada em 2014 com base em uma Resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas que definiu o período entre 2011 e 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. Maio foi escolhido por ter sido o mês em que a Resolução foi publicada.

REDUÇÃO DE MORTE NO TRÂNSITO

O índice de mortes causadas por acidentes de trânsito em Rondônia houve uma redução de 4,06% em 2019, se comparado aos dados de 2018, que registrou 394 óbitos contra 378 em 2019. Os dados são da Diretoria Técnica de Fiscalização (DFT) e da Coordenadoria de Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (Renaest), do Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran). Entretanto, os motociclistas são as maiores vítimas com mais de 50% dos óbitos, se relacionado ao número de mortes envolvendo condutores de carro, ciclistas e pedestres.

O índice de mortos no trânsito por grupo de habitantes no Brasil, conforme prevê a meta do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), criado pela Lei n. 13.614/18 é de 4,52 % e o índice do Estado de Rondônia é de 3,72%, bem abaixo do índice nacional, resultado do trabalho educativo e repressivo que o Detran Rondônia juntamente com outros órgãos ligados ao setor promovem no Estado.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here