Em Ji-Paraná, casal que morreu em intervalo de 3 dias continua sendo homenageado

0
65

A morte do querido casal de Ji-Paraná Zilda e Chico continua sendo bastante lamentada em Ji-Paraná por amigos e familiares. Dona Zilda morreu na última sexta-feira (20) e o professor universitário, Francisco Pinto, da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), morreu dois dias depois, ou seja, no domingo (22), após sofrer um infarto do miocárdio.

Nas redes sociais, centenas de mensagens estão sendo postadas em homenagem ao casal que deixa um belíssimo legado. Veja, a seguir, abaixo algumas publicações no Facebook.

“Senhor, receba em seus braços de pai esses seus filhos que chamastes na sexta-feira, a dona Zilda, e na segunda-feira o nosso querido professor Francisco Pinto. Conforte o coração dos filhos, netos, familiares e amigos… saudades eternas.”

“Deixaram um legado na vida de todos nós!! Que Deus em sua infinita bondade conforte a todos nós, principalmente seus familiares pelas dolorosas perdas do nosso amado Chicão e sua esposa Zilda!”

“Um grande homem, uma pessoa maravilhosa e um profissional sem igual. Assim era nosso querido professor que nos deixou. Difícil acreditar que o não verei mais nos corredores da universidade. Hoje o céu ganha uma pessoa humilde, alegre e um ótimo professor.”


“Deixaram um legado na vida de todos que os conheceram! Professor Francisco, um homem segundo o coração de Deus! Que nosso pai celestial, conforte a todos nós, principalmente seus familiares por essas duas perdas, nosso Amado Professor e sua Amada Esposa”

“Nosso Querido Professor Francisco Pinto, amado por todos na UNIR. Uma pessoa de uma educação e paciência sem igual. Vai deixar muitas saudades! Com seu legado plantou em nós, que fomos seus alunos, um exemplo de ser humano que devemos ser.”

“Grande professor Francisco, homem humilde e excelente educador. Que Deus te receba com as mais belas canções.”



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here