Em Brasília, Bolsonaro torna-se presidente do Brasil sob fortíssimo esquema de segurança

0
65

Jair Messias Bolsonaro toma posse nesta terça-feira 1º como novo presidente do Brasil, em cerimônia que teve início às 14h45, com o cortejo que levou ele e o vice-presidente eleito Hamilton Mourão à solenidade no Congresso Nacional. A ascensão de Bolsonaro ao cargo ocorre sob um forte sistema de segurança – mais de 10 mil agentes, entre Forças Armadas, polícias e setor de inteligência, atuarão no evento. A expectativa é que a passagem da faixa presidencial, do presidente Michel Temer (MDB) para o novo ocupante do Planalto, ocorra sob a vista de um público estimado entre 250.000 e 500.000 pessoas.

Esquema de segurança inédito

O esquema de segurança para a posse desta terça-feira é o maior já organizado para a transmissão do cargo de presidente da República. Mais de 10.000 agentes, incluindo Forças Armadas, polícias e setor inteligência, atuarão na posse. A parte ostensiva da segurança terá cerca de 4.600 homens do Exército, 200 da Marinha, 200 da Aeronáutica, 4.700 policiais militares, incluindo cavalaria e cães farejadores, e os 46 policiais federais que não sairão de perto de Bolsonaro. Outros 300 policiais civis do Distrito Federal e agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) estarão infiltrados em meio à multidão. No teto do Planalto, ficarão posicionados atiradores de elite.

Nem o golpe de 64 pôs nas ruas de Brasília tantos militares e agentes de segurança quanto a posse do capitão marcada para logo mais. Na vida real desde o último fim de semana, Brasília vive uma espécie de Estado de Emergência sem que a medida tenha sido oficialmente decretada. 


Cronograma (horários de Brasília)


14h45 – Cortejo sai da Catedral Metropolitana de Brasília em direção ao Congresso Nacional
15h00 – Cerimônia de posse no Congresso
16h10 – Execução do hino, salva de tiros e revista de tropas na rampa do Congresso
16h25 – Cortejo do Congresso para o Palácio do Planalto
16h40 – Recebimento da faixa presidencial e pronunciamento oficial
17h00 – Cumprimentos de chefes de governo
17h30 – Cerimônia de nomeação de ministros
18h15 – Fotografia oficial
18h45 – Cortejo para o Itamaraty
19h00 – Recepção


As etapas da posse

A posse do presidente eleito Jair Bolsonaro é uma cerimônia composta por diversos eventos e formalidades, com uma duração total prevista de cerca de seis horas. A primeira etapa foi o cortejo que partiu da Catedral Metropolitana de Brasília em direção ao Congresso Nacional. A última, das 19h às 21h, é uma recepção que o presidente e a futura primeira-dama Michelle Bolsonaro oferecerão a representantes de governos estrangeiros no Palácio do Itamaraty. Entenda as etapas da posse do novo presidente.

Os desafios de Bolsonaro

O governo que começa nesta hoje, terça-feira, 1º, sob o comando de Jair Bolsonaro tem como principal desafio viabilizar politicamente a agenda de reformas proposta pelo plano liberal de Paulo Guedes, o escolhido do presidente para um superministério da Economia – que abarcará as funções das atuais pastas da Fazenda, do Planejamento e da Indústria – e fiel depositário da boa vontade do mercado financeiro com o novo inquilino do Palácio do Planalto, de histórico estatista.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here