O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) vai licitar no próximo dia 4 de março a recuperação da BR-364, do trecho de Presidente Médici até depois de Jaru, no trevo de acesso a RO-464. A obra inclui a construção de novos acostamentos e de terceira pista na subida após a balança de pesagem, a oito quilômetros de Ouro Preto do Oeste, num trecho de dois quilômetros.

A terceira faixa tem como propósito melhor a condição de trafegabilidade na rodovia, permitindo uma faixa para ultrapassagem em trechos considerados lentos por conta da grande quantidade de carretas. Vários pontos na BR-364 vão receber faixa adicional.

De acordo com o superintendente do Dnit em Rondônia, Sérgio Augusto Mamanny, o trecho a ser restaurado no projeto global de recuperação da BR 364 é bem maior e totaliza 126 quilômetros. “Faremos um investimento de aproximadamente R$ 110 milhões. No total será uma intervenção pesada, não é tapa buraco e muitos trechos de asfalto estratagado serão substituídos”, declarou o superintendente.

Viadutos em Ouro Preto — O superintendente do Dnit, acompanhado do engenheiro Jácome Marinho, analista do órgão em Ji-Paraná, e de técnicos da empresa Maia Melo Engenharia, com sede em Recife (PE), também realizaram uma visita técnica a Ouro Preto do Oeste. O objetivo foi verificar a possibilidade de construção de um viaduto no cruzamento da BR com as Avenidas XV de Novembro e com a Marechal Deodoro da Fonseca, trecho onde acontecem inúmeros acidentes. Também está previsto realizar obra semelhante no acesso ao morro Chico Mendes.

Os representantes do Dnit e técnicos da empresa de consultoria informaram que, inicialmente, serão providenciados sinalizadores de alerta de redução de velocidade, e até mesmo lombada física no trecho urbano, até que a direção do órgão em Brasília (DF) autorize a construção da trincheira ligando as duas avenidas por de baixo do asfalto da BR-364.


 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here