O MINISTRO LUIZ HENRIQUE MANDETTA

50O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, mudou a orientação para o uso das máscaras no Brasil: agora, a recomendação é de que toda a população passe a utilizá-las como forma de diminuir o risco de contaminação da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Antes, apenas pessoas com sintomas, cuidadores e profissionais de saúde eram instruídos dessa forma.

Neste sentido o ministro disse nesta quinta-feira (2), na entrevista coletiva ontem (2) à tarde que “qualquer pessoa” pode fazer máscaras de pano como barreira contra o coronavírus. Antes desta afirmação a recomendação do governo federal era para que somente profissionais de saúde e pessoas com sintomas do Covid-19 usassem este equipamento de proteção. 

“Você pode fazer uma máscara ‘barreira’ usando um tecido grosso, com duas faces. Não precisa de especificações técnicas. Ela faz uma barreira tão boa quanto as outras máscaras. A diferença é que ela tem que ser lavada pelo próprio indivíduo para que se possa manter o autocuidado. Se ficar úmida, tem que ser trocada. Pode lavar com sabão ou água sanitária, deixando de molho por cerca de 20 minutos. E nunca compartilhar, porque o uso é individual”, afirmou  Mandetta.

“Além de eficiente, é um equipamento simples, que não exige grande complexidade na sua produção e pode ser um grande aliado no combate à propagação do coronavírus no Brasil, protegendo você e outras pessoas ao seu redor”, acrescentou o ministro aos jornalistas.

O ministro pediu, ainda, para que as máscaras cirúrgicas ou N95, que oferecem maior proteção, sejam deixadas apenas para o uso de profissionais da saúde e que as pessoas  que as tenham comprado que entreguem nos hospitais para uso dos médicos.


A título de ilustração, o ministro da Saúde contou como fez uso da máscara caseira ao longo da profissão como médico. “Tenho 31 anos de formado (em medicina). Durante 20 anos da minha vida, abri tórax, coração, abdômen, tudo eu fiz usando gorro de pano, máscara de pano. Não sou de uma geração de produto descartável, médico ‘raiz’ mesmo”, declarou.

“Acho que máscaras de pano para os comunitários funciona muito bem como barreira. Não é caro de fazer, faça você mesmo, tem na internet, faça você mesmo e lave com água sanitária, ou o nome que você conhece. Lave por 20, tenha 4 ou 5 de uso pessoal, você mesmo lava, reaproveite. Agora é lutar com as armas que a gente tem. Não adianta a gente ficar agora lamentando que a china não tá produzindo. Vamos ter que criar as nossas armas e as nossas armas vão ser aquelas que nós tivermos”, frisou Luiz Henrique Mandetta.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here