Detran-RO passa a computar pontuação na CNH

0
1100

Cerca de 500 condutores de Rondônia já estão com processos que redundarão na contagem de pontos anotados no prontuário da Carteira Nacional de Habilitação. Desde dezembro de 2016 o Detran-RO colocou em funcionamento o sistema que transforma as infrações de trânsito em punições na CNH. Ao somar 20 pontos, o motoristas perde o direito de continuar dirigindo nas ruas.

De acordo com Acássio Figueira, diretor de Habilitação do Detran, a contagem não era feita porque o sistema antigo do órgão não oferecia esse serviço. Com a troca do sistema antigo por um sistema completo doado pelo estado do Rio Grande do Norte, através de termo de cooperação técnica, houve melhorias na prestação de serviços e ainda gerou uma economia de cerca de R$ 6 milhões ao ano, já que o sistema era terceirizado.

“O sistema que temos agora é um dos mais modernos do país e com a emissão rápida e prática da habilitação, em 30 minutos é possível emitir uma segunda via do documento”, afirma Figueira. “Com a implantação desta nova sistemática, todas as multas lançadas no sistema de Brasília geram o boleto da multa e o CPF do infrator também já gera a pontuação automática”, completa Figueira.

Como funciona – O motorista pode ter até, como já dito, 20 pontos na CNH, soma que inclui infrações leves, médias e graves. No entanto, existem algumas infrações gravíssimas que, se forem cometidas, levam à suspensão imediata da carteira, independente da pontuação anterior. Disputar racha, dirigir embriagado, deixar de prestar socorro à vítima em caso de acidente e dirigir em velocidade superior a 50% da permitida são algumas delas.

Cada pontuação fica ativa por um ano a partir da data da infração. Isso significa que o condutor pode ter pontos que expiram em datas diferentes. Uma infração cometida em abril de 2015 expira em abril de 2016, uma de outubro de 2014 vence em outubro de 2015, e assim por diante. O importante, então, é não somar 20 pontos ao mesmo tempo.


Para consultar a pontuação da CNH, basta acessar o site do Detran da sua cidade ou visitar uma das unidades de atendimento deste órgão. 

Uma vez suspensa a CNH, é possível recuperá-la de volta varia em um período que pode variar de mês e um ano, prazo que e é determinado pela autoridade de trânsito, levando em conta as infrações cometidas. Durante esse intervalo, o motorista deve passar pelo Curso de Reciclagem do Motorista Infrator, um tipo de CFC (aquele cursinho que se faz antes de começar as aulas na autoescola), para habilitados descuidados. Só depois de concluir o curso é possível recuperar CNH. Se houver reincidência, o prazo passa a ser de seis meses a dois anos.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here