Departamento de Vigilância em Saúde registra 8,5 de infestação do Aedes Aegypti em Ji-Paraná

0
19
O DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE (DVS) DA SECRETARIA DE SAÚDE (SEMUSA) DE JI-PARANÁ, MILTON RODRIGUES

Um momento de alerta’. Essa foi a colocação, feita ontem, pelo diretor do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) da Secretaria de Saúde (Semusa) de Ji-Paraná, Milton Rodrigues sobre o Levantamento Rápido de Índices para Aedes Aegypti (Lira), transmissor da Dengue. O último índice mostra 8,5%, o que significa próximo de nove moradias com infestação para cada 100 unidades pesquisadas. O diretor garantiu, que por ordem do prefeito, Isaú Fonseca, todas as medidas já estão sendo executadas para evitar um surto da doença.

Todos os bairros

Segundo Milton Rodrigues, o levantamento do Liraa foi realizado em todos os bairros, além dos distritos de Nova Londrina e Nova Colina, apontando uma incidência de 8,5%. “Infelizmente, estamos com um número bem acima de 1% estabelecido pelo Ministério da Saúde”, lamentou. No momento, os bairros com maior incidência de imóveis infestados são o União I (2º distrito), e o Santiago (1º distrito).

Grau de gravidade

Ele alertou que esse grau de infestação, significa que o município pode entrar em surto de Dengue a qualquer momento, por isso, a determinação é que todas as ações necessárias, sejam executadas o mais rápido possível. Ele lembrou que haverá um Mutirão de Limpeza e visita domiciliar com objetivo de baixar, consideravelmente, o número de mosquitos circulando na cidade. “Estamos nos aproximando do sinal vermelho que é constatado com a aproximação dos 10%. Nesse momento a situação da circulação do vírus, ainda é considerada baixa”, amenizou.




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here