Delegado teria sido espancado antes de ser morto com quatro tiros em Porto Velho

0
35

O delegado José Valney Calixto de Oliveira, morto com pelo menos quatro tiros neste último sábado (24), em Porto Velho, teria sido espancado antes do atentado, evidência recolhida pela Polícia Civil, uma vez que ele teve quatro dentes quebrados, um braço fraturado e ainda sofreu outras lesões no rosto.

Os disparos fatais atingiram a cabeça, o pescoço causando a morte do policial no local do fato, que foi uma casa de eventos, na  Estrada dos Periquitos, Zona Leste de Porto Velho.

A polícia acredita que os projéteis saíram de armas de calibres diferentes. Uma delas de calibre 38 foi apreendida na residência de um dos suspeitos. Já o revólver portado pelo delegado não foi localizada.

Um homem identificado como Rafael Simão, de 37 anos, gerente de um posto de combustíveis, teria trocado tiros com o delegado e também foi baleado. Ele chegou a ser socorrido em uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos e também morreu. Ainda conforme a assessoria da Polícia Civil, um dos suspeitos de participar do crime foi preso e outro não foi localizado.

O QUE TERIA ACONTECIDO — Em determinado momento, Rafael teria jogado gelo no delegado, em uma brincadeira de mau gosto, o que causou imediata discussão e ambos teriam sacado suas armas. A tensão, no entanto, foi controlada pelos demais policiais presentes. O delegado chegou a sair do local junto com os seus colegas, mas teria voltado e aí uma nova confusão teria começado dando origem ao tiroteio e à briga.


Durante a confusão, José Volney recebeu quatro tiros, um deles na cabeça e faleceu no local. A polícia descobriu também que o delegado deve sofrido tentativa de linchamento e teria sido agredido com violência, sofrendo fraturas pelo corpo. 

O delegado deixa dois filhos, uma jovem de 18 anos e um menino de 4 anos. O velório e sepultamento do delegado José Valney aconteceram neste domingo (25) em Porto Velho.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here