Por Marcos Lock

Um tema dominou as atenções hoje na Câmara Municipal de Ji-Paraná. As discussões, que provocaram a interrupção da sessão por três vezes, deram-se pela polêmica envolvendo o vereador Clodoaldo Cardoso e seu suplente Gilberto (Beto) Wosniach, ambos do PR. Não houve, a princípio, consenso sobre como deveria se dar o afastamento do primeiro e a posse definitiva do segundo. Com isso, a sessão estendeu-se até cerca de 13h30.

O vereador Clodoaldo há meses atrás cometeu um crime de assassinato, razão pela qual ele foi preso e parou de frequentar as sessões da Câmara. Segundo o Regimento Interno da casa, quando suas ausências completarem 1/3 das sessões deste ano legislativo, o que ocorrerá já na semana que vem, ele deverá sofrer um processo de cassação por estas faltas e falta de decoro parlamentar.

Ocorre que neste último dia 15 de agosto, também venceu a licença de afastamento que o vereador Clodoaldo solicitou logo depois que foi detido. Seu advogado, o dr. Robinson, compareceu hoje à Câmara, reuniu-se com os vereadores e solicitou que as ausências recomeçassem a ser contadas a partir deste dia 15, o que foi negado por unanimidade de todos os edis. 

DIANTE  DISSO, O  VEREADOR  Edilson Vieira, em comum acordo com os demais vereadores, encaminhou à mesa-diretora, presidida pelo vereador Affonso Cândido,  um requerimento verbal solicitando a abertura do processo de cassação do vereador Clodoaldo e a consequente posse definitiva do vereador suplente Gilberto Wosniachi, que vinha atuando interinamente.


Depois de muitas discussões e interrupções da sessão, o ofício foi aceito e votado por 12 vereadores presentes ao plenário. A peça será agora encaminhada ao dr. Robinson, advogado do vereador Clodoaldo, que, junto com o seu cliente, tem dez dias para apresentar a defesa. Diante disso e o provável pedido de renúncia do vereador Clodoaldo com a já certa aceitação por parte da Câmara, a cassação enfim ocorrerá daqui a duas sessões com a consequente posse  definitiva do vereador Beto.

Os vereadores Edivaldo Gomes e Edilson Ferreira deram as seguintes entrevistas à Imprensa explicando e detalhando o ocorrido na Câmara hoje pela manhã:

Vereador Edivaldo Gomes

 

Vereador Edilson Vieira

 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here