O jogo acabou sendo até mais complicado do que muita gente esperava. Com pressão do início ao fim, mas gols só nos minutos finais, o Corinthians comprovou o favoritismo e derrotou o Batatais por 2 a 1, nesta quarta-feira, no Pacaembu, conquistando pela 10ª vez a Copa São Paulo de Futebol Júnior, diante de mais de 34 mil torcedores presentes. O primeiro gol saiu só aos 42 minutos do segundo tempo, com o artilheiro da competição, Carlinhos, autor de 11 gols.

Sob os olhares do técnico Fábio Carille e do gerente de futebol do clube, Alessandro Nunes, os meninos corintianos tiveram boa atuação, mas tiveram que encarar um adversário complicado, que mesmo entrando em campo claramente para segurar o adversário, teve brio e conseguiu se segurar até os minutos finais.

O primeiro tempo foi de pressão total do Corinthians, que por alguns momentos, até acabou se expondo demais pela ânsia em abrir o placar e acabou dando espaço para o Batatais chegar. A equipe alvinegra iniciou com ritmo intenso e explorando as jogadas pela esquerda, com Luisinho, substituto de Guilherme Romão, suspenso para a decisão.

Mas desde o início, o Corinthians sofreu com a falta de calma para finalizar. A primeira grande chance ocorreu aos 19 minutos, quando Fabrício Oya cobrou falta com muita categoria e mandou a bola muito perto do ângulo do goleiro Gerson. O meia, inclusive, foi o destaque na primeira etapa, com rápida movimentação e arriscando chutes das mais variadas distâncias. CoAnimado com a proximidade do primeiro gol, que teimava em não sair, a equipe alvinegra cedeu espaço e quase o Batatais marcou. Aos 25, Igor aproveitou a liberdade que tinha e cruzou da esquerda para Thales, que apareceu sozinho na frente do goleiro Filipe, mas chutou por cima do gol.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here