Equipamentos como rádios, televisores, notebooks, geladeiras entre muitos outros, agora, já têm destino certo, em Ji-Paraná. Ação da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Ji-Paraná (Coocamarji) está oportunizando pessoas físicas e empresas a destinar esse material através de agendamento.

Um veículo e dois catadores são destinados até o endereço citado, faz a coleta e posteriormente, descartam no galpão da instituição, localizado na área da ‘Lixeira Controlada’ a devida reciclagem.

De acordo com o presidente da Coocamarji, Celso Luiz o trabalho começou em janeiro deste ano, ainda de forma tímida com objetivo de conscientizar as pessoas e empresas a não jogar esses equipamentos usados em locais inapropriados como beiras de lagos, rios, terrenos abandonados e outros pontos que consiste em risco de segurança à saúde da população.

“Primeiro, nos preocupamos em ganhar a confiança da comunidade no nosso trabalho, para na sequência, aumentar o volume de catadores em mais esse projeto de conscientização ambiental”, declarou Celso Luiz.
Agenda

PARA QUE A COLETA seja feita com maior segurança e credibilidade, o presidente da entidade esclareceu que pessoas físicas, e mesmo privadas (empresas), precisam manter contato com a cooperativa através do telefone móvel (celular) 69 9 9956 – 1291, que também é o whatsapp da Coocamarji. É através que o interessado agende uma visita da equipe para a coleta do material a ser descartado. O dia e hora são definidos pela cooperativa. “Somente de uma única empresa, já recolhemos mais de 10 mil toneladas de papel”, afirmou o presidente.

Após recolhido, os equipamentos eletroeletrônicos são depositados no galpão da Coocarmaji e três cooperados realizam a separada do material que ainda pode ser reciclado. Na terceira etapa, o material é vendido para uma empresa de reciclagem, localizada em São Paulo. O recurso arrecadado é investido nas despesas de manutenção mecânica e abastecimento do veículo, e o que sobra, é dividido com os cooperados.

Ainda não há comentários, seja o primeiro.