Conselho Colaborativo Ji-Paraná 2030 é apresentado aos candidatos a prefeito do município

0
60

A reunião proposta pela Comissão provisória do Conselho Colaborativo buscou apresentar aos candidatos a prefeito do município, os objetivos do conselho e  mostrar que a sociedade civil organizada está se mobilizando para que juntos com o poder público possam colaborar para o pleno desenvolvimento do município.

A reunião aconteceu de forma presencial e por meio de videoconferência com a participação dos apoiadores que acompanham a criação do conselho. “Estamos nos mobilizando porque queremos uma cidade melhor para se viver. Para isso, sabemos que é preciso um planejamento a longo prazo, com apoio não só da sociedade como do poder público”, frisou Edson Aleotti, membro da comissão provisória.

Marcaram presença na reunião os candidatos a prefeito Claudia de Jesus, Isaú Fonseca, Jhony Paixão, João Durval e Julian Cuadal. Não compareceu o candidato LinconAstrê. Eles estavam acompanhados do vice e assessores.

Os candidatos puderam conhecer as finalidades do Conselho Colaborativo Ji-Paraná 2030 bem como sua atuação perante a sociedade civil organizada e a maneira como o conselho irá desempenhar as propostas junto ao poder público. Uma breve apresentação foi feita pelo consultor do projeto Silvio Barros, que acompanhou a criação do Codem em 1996 em Maringá e posteriormente acabou sendo eleito prefeito da cidade em 2005

Maringá é considerada pela segunda vez consecutiva a melhor cidade entre as 100 maiores cidades do Brasil e é referência para os mais de quarenta municípios que estão aderindo ao projeto de governança colaborativa.


Os candidatos tiveram a oportunidade de sanar dúvidas e ao mesmo tempo parabenizaram a comissão provisória pela iniciativa. Eles foram convidados a manifestar formalmente seu apoio ao conselho caso sejam eleitos.

O movimento articulado pela sociedade civil organizada em Ji-Paraná, busca legitimar o conselho, para planejar o município para os próximos 10 anos. “O conselho tem como finalidade propor e fazer executar política de desenvolvimento econômico. É uma parceria que queremos firmar com o poder público, a fim de que as ações sejam pensadas numa Ji-Paraná projetada para o futuro e não somente em quatro anos”, frisou André Moreira, presidente da CDL, entidade apoiadora.

O QUE É O CONSELHO COLABORATIVO JI-PARANÁ 2030?

É um movimento da sociedade civil organizada que busca criar um conselho que tem como características a participação voluntária, visão de futuro e planejamento, suporte técnico profissional, representatividade política apartidária, foco no desenvolvimento econômico, e representatividade da sociedade civil organizada.

A Diretoria provisória do conselho é composta por membros dos diversos segmentos da economia. São eles: Luiz Bernardo, Edson Aleotti, Edgar Kaiser, Raquel Graeff, André Moreira, José Iovan, Jorge Nogueira e Valéria Totti. Mais de setenta pessoas foram mobilizadas e já demonstram interesse para fazer parte do conselho.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here