Confirmado: Polícia Rodoviária Federal fará novo concurso

0
54

O edital do concurso público da Polícia Rodoviária Federal está oficialmente autorizado. De acordo com a portaria de autorização, divulgada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (27), o certame contará com 500 vagas no cargo de Policial Rodoviário Federal, função que tem requisito de nível superior.

O documento de autorização também informa o prazo de publicação do edital PRF 2018. De acordo com a portaria (veja abaixo), o edital deve ser publicado no prazo de até seis meses, a partir da data de publicação no Diário Oficial (27/07), ou seja, até janeiro de 2019. No entanto, o certame será publicado ainda este ano, conforme informou o diretor-geral da corporação, Renato Dias.

A PRF confirmou que o edital de concurso já está pronto, aguardando apenas a escolha da banca organizadora e do término do cronograma para divulgação do certame.

A corporação publicou um vídeo através de sua página oficial no Facebook e Instagram, mostrando-se ansiosa para divulgação do concurso. “Sim, também estamos ansiosos pelo novo concurso”, é a legenda da publicação (assista abaixo). O clipe tem duração de 1 minuto.

Os recém-concursados devem ser lotados, prioritariamente, nas regiões de fronteiras. Em recente auditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) apontou que o efetivo do departamento na região é insuficiente para combater os crimes de fronteira, cujo prejuízo estimado é de R$1 bilhão aos cofres públicos.


Para ingresso na carreira de Policial Rodoviário Federal, é necessário nível superior (em qualquer área) e carteira nacional de habilitação (CNH) na categoria ”B”. Os candidatos foram avaliados por prova objetiva de conhecimentos específicos, prova discursiva, exame de capacidade física, avaliação de saúde, avaliação psicológica, investigação social, avaliação de títulos e curso de formação profissional. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe/UnB), foi a organizadora oficial do último concurso.

A expectativa é que o concurso seja mais uma vez organizado pela Cebraspe (antigo Cespe/UnB). Desde 2002, com exceção de 2009, os editais foram divulgados pela empresa, que tem a característica de anular uma questão em caso de erro, exigindo do candidato certeza no momento de marcar um item, sob pena de penalização por “chute”

 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here