Como e porque foi instituído o feriado em homenagem à Nossa Senhora de Aparecida

O "milagre" presenciado pelos pescadores no Rio Paraíba do Sul, a influência da Princesa Isabel e a visita do papa Joao Paulo ii são fatos desta história de fé

0
16

Muita gente entende que o país pára no 12 de outubro porque é quando se comemora o Dia das Crianças. Esta data já era, de fato, assinalada no calendário antes que o governo a transformasse em feriado dedicado à padroeira do Brasil, Nossa Senhora de Aparecida. Isto aconteceu por ocasião da visita do Papa João Paulo II ao santuário, no interior do estado de São Paulo, em 30 de junho de 1980.

JOÃO PAULO II FOI O PRIMEIRO PAPA A VISITAR O SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA APARECIDA

Na época, o Brasil vivia sob a ditadura militar e o então presidente, general João Batista Figueiredo, por conta da presença de Sua Santidade ao País, decidiu sancionar a lei que oficialmente instituía a partir do decreto de Lei nº 6.802, de 30 de junho de 1980, a data para ser guardada por todos os brasileiros

Nossa Senhora de Aparecida, na verdade, já havia sido definida nas hostes católicas como Padroeira do Brasil em 1930, pelo Papa Pio XI. Em 1953, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) escolheu o dia como sendo dedicado a Nossa Senhora de Aparecida por três fatores: 1) Pela associação com a chegada dos espanhóis ao continente americano, em 12 de outubro de 1492; 2) Porque em outubro de 1717 três pescadores encontraram a imagem da Santa que viria a ser conhecida como Nossa Senhora de Aparecida no rio Paraíba do Sul; 3) E também por ser Dia das Crianças.

O CONJUNTO SACRO-ARQUITETÔNICO DE APARECIDA DO NORTE AINDA É CONSIDERADO O MAIOR DO MUNDO EM HOMENAGEM À NOSSA SENHORA

O Dia das Crianças é mais antigo que o Dia da Padroeira. A data, que originalmente foi chamada de “Dia de Festa da Criança”, foi oficializada em 1924 pelo presidente Arthur Bernardes. Porém, o dia nunca foi um feriado de fato.


A PRINCESA ISABEL DOOU A FAMOSA COROA DOURADA E TAMBÉM O MANTO AZUL, HOJE USADOS NA IMAGEM DE NOSSA SENHORA APARECIDA

Em 1868, a Princesa Isabel, que estava tendo dificuldades para ter um filho, foi até Aparecida pedir a intercessão da Mãe de Deus. Pouco tempo depois suas orações foram atendidas de forma abundante: ela teve três filhos, que garantiriam a sucessão imperial, caso a monarquia prosseguisse no país.

Como forma de agradecer a graça alcançada, a princesa Isabel retornou a Aparecida em novembro de 1888 e doou uma coroa de ouro cravejada de diamantes e rubis e um manto azul. Esta mesma coroa foi utilizada em 1904 durante uma cerimônia oficial na qual um representante do Papa a instituiu oficialmente como Rainha do Brasil. Alguns historiadores acreditam que o ocorrido teve forte influência da Princesa Isabel junto ao Vaticano.

A LENDA DA ABUNDÂNCIA DE PEIXES
De acordo com a lenda, no ano de 1717, pescadores lançaram suas redes no Rio Paraíba do Sul, com o objetivo de pescar peixes grandes para um jantar especial para o Conde de Assumar.
Eles tentaram muito, mas não estavam conseguindo tirar nada das águas. Quando já estavam quase desistindo, um pescador chamado João Alves, apanhou uma imagem de Nossa Senhora da Conceição, primeiro o corpo e depois a cabeça, e enrolou-a em um manto, segurando-a com força e fé. Em seguida, as suas redes que até então vinhas vazias, ficaram repletas de milhares de peixes.
A CONSTRUÇÃO DO SANTUÁRIO
Dezessete anos depois do achado, foi construída a primeira capela, que rapidamente se tornou um ponto de peregrinação para os viajantes. Em 1868, a Princesa Isabel ofertou um manto azul e uma coroa cravejada de diamantes à imagem.
Nossa Senhora da Conceição Aparecida, foi proclamada Rainha do Brasil e sua Padroeira Oficial em 16 de julho de 1930, por decreto do Papa Pio. Devido à importância que esta santa possui no país, em 1946 foi iniciada a construção do seu templo na cidade onde os pescadores teriam vivido o famoso milagre dos peixes.
Em 1980, 50 anos depois, foi decretado oficialmente pelo presidente João Figueiredo que o dia 12 de outubro seria feriado oficial no país, decisão inspirada por ocasião da visita do papa João Paulo II à Aparecida do Norte.

 

ORAÇÃO À NOSSA SENHORA APARECIDA

“Ó incomparável Senhora da Conceição Aparecida, Mãe de Deus, Rainha dos Anjos, Advogada dos pecadores, Refúgio e consolação dos aflitos e atribulados, Virgem Santíssima, cheia de poder e de bondade, lançai sobre nós um olhar favorável para que sejamos socorridos por vós em todas as necessidades em que nos acharmos.

Lembrai-vos, ó clementíssima Mãe Aparecida, que nunca se ouviu dizer, que algum daqueles que têm a vós recorrido, invocado vosso santíssimo nome e implorado a vossa singular proteção, fosse por vós abandonado. Animados com esta confiança, a vós recorremos, tomamos-vos para sempre por nossa Mãe, nossa protetora, consolação e guia, esperança e luz na hora da morte.

Livrai-nos de tudo o que possa ofender-vos e ao vosso Santíssimo Filho, Jesus. Preservai-nos de todos os perigos, da alma e do corpo , dirigi-nos em todos os assuntos espirituais e temporais, livrai-nos da tentação do demônio, para que, trilhando o caminho da virtude, possamos um dia ver-vos e amar-vos, na eterna glória, por todos os séculos dos séculos. Amém!”



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here