NA SALA DE TESTAGEM A COLETA DO SANGUE COM O RESULTADO REVELADO EM QUINZE MINUTOS.

Nesta quinta-feira (5), a operação  Mapeia Rondônia tem sequência em Ji-Paraná com a testagem rápida de profissionais de segurança pública, ou seja, integrantes da Polícia Militar e Civil, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, do Corpo de Bombeiros e agentes penitenciários.

A operação, que começou às 8 horas e termina às 17 horas, está sendo realizada nas Unidades Básica de Saúde Dom Bosco e Nova Brasília, respectivamente no Primeiro e no Segundo Distrito de Ji-Paraná. Ontem, o alvo da operação foram os trabalhadores da área de Saúde de todos os níveis, desde os encarregados de limpeza, passando pelas recepcionistas, técnicos de radiologia, técnicos de laboratório e de enfermagem, além, de enfermeiros e médicos.

DA ESQ. PARA A DIR.: O SOLDADO JHOSAFE ALVES, O SECRETÁRIO DE SAÚDE RAFAEL PAPA JR. E O SARGENTO WALISON FERNANDES

Amanhã, sexta-feira (5), a testagem será aplicada aos funcionários do comércio local. Os maiores de 60 anos e demais pessoas de grupo de risco (hipertensos, diabéticos e outros) serão testados, respectivamente, nos dias seguintes.

 AO TODO FORAM DISPONIBILIZADOS pelo governo estadual 5.504 kits do teste rápido nas duas fases de duração deste mutirão em Ji-Paraná. A primeira é esta que está ocorrendo e dura sete dias, terminando dia 9. Já a segunda etapa da ação, também de uma semana, ocorre em 15 dias. Outras 14 cidades da região central do estado estão realizando trabalho similar neste momento. 

“Estamos testando o pessoal das áreas pública e privada de Ji-Paraná (…) Separamos por público para facilitar o acesso e o trabalho, inibindo possíveis contaminações”, explicou o secretário municipal de Saúde Rafael Papa. Ele salientou que a prefeitura já havia testado outras mil pessoas na cidade.


A TESTAGEM É UMA AÇÃO do Mapeia Rondônia, custeada pelo governo estadual, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), e tem o objetivo de ampliar a capacidade de diagnóstico para Covid-19 nos 52 municípios durante sete dias. 

Para os 15 municípios da região Central foram destinados 14.745 testes, dos cem mil adquiridos pelo governo de Rondônia. “O governo de Rondônia está agindo com rigor no combate a proliferação do coronavírus. A ação como essa e que envolve todos os municípios sinaliza o respeito e compromisso responsável do governador Marcos Rocha com a população”, declarou o secretário regional de governo em Ji-Paraná, Everton Esteves.

Veja a seguir a entrevista exclusiva do secretário de Saúde, Rafael Papa Júnior, ao repórter Marcos Lock: 

 

O secretário executivo Regional de Governo em Ji-Paraná, Everton Esteves, também falou ao Repórter RO.

 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here