As manifestações dos caminhoneiros em todo o País, inclusive em vários pontos na BR-364 em Rondônia, estão provocando uma corrida dos ji-paranaenses aos postos de gasolina, por temerem a falta de combustível. Grandes filas de carro formaram-se em vários postos durante a manhã e ainda persistem agora a tarde.

A demora para abastecer é grande porque os condutores pedem para completar o tanque. No Posto Ipiranga da avenida Ji-Paraná, no Primeiro Distrito, uma fila de veículos com quase 200 metros formou-se ao longo da avenida.  

As manifestações em Rondônia estão sendo realizadas em vários pontos da BR 364, nos trechos de Candeias do Jamari, Ouro Preto do Oeste, Vilhena, Jaru, Ji-Paraná, Cacoal e Pimenta Bueno. 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os caminhoneiros não bloquearam totalmente a rodovia. Os veículos de pequenos porte e ambulâncias estão autorizados passar. Apenas os caminhões e carretas estão parados, formando grandes filas na estrada. Com isto, os caminhões-tanque de combustível também não transitam, o que pode levar ao desabastecimento de gasolina em Ji-Paraná. Este fato, potencializado pelos boatos das redes sociais, provocou uma grande corrida aos postos por parte dos motoristas.

Em Candeias do Jamari, a manifestação está ocorrendo no Km 690, na ponte, e conta com redutor de velocidade feito por pneus tipo zigue-zague. Em Ouro Preto do Oeste, a manifestação está ocorrendo no km 387, em frente a Lagoa do Alex, na saída para o município de Jaru. Já em Vilhena as manifestações estão ocorrendo em dois pontos da BR-364, no km 07 e no km 27.


Os protestos dos caminhoneiros estão ocorrendo desde ontem, segunda-feira (21), em todo o país e as principais reivindicações são contra o aumento do diesel em 0,97% nas refinarias.  A Polícia Rodoviária Federal está alertando a população para evitar o uso da rodovia, exceto em casos de emergência.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here