Com diretrizes do MEC estados preparam-se para retomar aulas na rede pública

0
59

Após o Ministério da Educação (MEC) divulgar as diretrizes para retomada das aulas presenciais, pelo menos nove estados e o Distrito Federal discutem retomar as aulas na rede pública nos próximos dois meses. Se confirmada as previsões, Tocantins deve ser o primeiro estado a voltar com as aulas presenciais, já no início de agosto. Rondônia está entre eles porque o governo estadual sinalizou que as escolas devem retomar as atividades já em agosto.

Em resumo, um levantamento do site G1 aponta que:

  • apesar de sinalizarem a reabertura das escolas já para os próximos meses, poucos estados e capitais apresentaram planos e cronogramas definidos sobre como será o retorno;
  • entre os que têm diretrizes traçadas, a retomada será gradual;
  • alunos das séries de final do ciclo voltarão antes; e
  • a volta seguirá um modelo de revezamento de turmas.

Além dos estados, as prefeituras de oito capitais anunciaram planos independentes de retomada. Entre as capitais, Cuiabá, Curitiba e Macapá planejam a volta para o mês que vem, ou seja, em agosto, mas ainda não têm uma data certa.

RONDÔNIA — Nove estados e o Distrito Federal informaram que devem voltar às aulas no segundo semestre. Ao menos cinco estados voltarão em agosto e outros quatro marcaram a retomada para setembro.

  • Maranhão: 10 de agosto
  • Rondônia: agosto, sem dia definido
  • Tocantins: 03 de agosto
  • Rio Grande do Norte: 17 de agosto
  • Distrito Federal 31 de agosto

Voltam em setembro:


  • Acre: 8 de setembro
  • Santa Catarina: 8 de setembro
  • São Paulo: 8 de setembro
  • Piauí: 22 de setembro.
  • Paraná: Setembro, sem dia definido

AS EXIGÊNCIAS DO GOVERNO — Entre as diretrizes divulgadas pelo MEC em 1º de julho para a retomada das aulas presenciais, estão:

  • Uso de máscara obrigatório
  • Medição de temperatura no acesso às áreas comuns
  • Disponibilização de álcool em gel
  • Volta ao trabalho de forma escalonada
  • Ventilação do ambiente
  • Possibilidade de trabalho remoto aos servidores e colaboradores do grupo de risco
  • Reuniões e eventos à distância
  • Distanciamento de pelo menos 1,5 m
  • Orientação para manter cabelo preso e evitar usar acessórios pessoais, como brincos, anéis e relógios
  • Não compartilhamento de objetos – incluindo livros e afins
  • Elaboração quinzenal de relatórios para monitorar e avaliar o retorno das atividades


CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here