O SECRETÁRIO ESTADUAL DA SAÚDE, FERNANDO MÁXIMO, DURANTE A COLETIVA NESTA QUARTA-FEIRA (6)

O número de ocorrências confirmadas de coronavírus em todo o estado de Rondônia chegou a 943, de acordo com o último boletim divulgado nesta quarta-feira (6) pela Secretaria Estadual de Saúde. .

O número de mortos por Coronavírus em Rondônia está em 33, segundo  ratificou o secretário de estado da Saúde, Fernando Máximo, durante coletiva realizada na tarde desta quarta-feira (6). Ele informou ainda que o Governo estuda a possibilidade de adotar o isolamento obrigatório, o chamado lockdown, ou seja, o isolamento obrigatório, por conta do avanço da doença.

O secretário disse essa não é uma possibilidade descartada, já que número de casos confirmados está aumentando de forma preocupante e há muito desrespeito às regras de isolamento social definidas pelo Governo. “Existe a possibilidade de começarmos restringir mais coisas. Estamos analisando tudo isso porque os casos estão aumentando e isso nos faz pensar em várias possibilidades e uma delas é o Lockdown. Nós continuamos pedindo ajuda da população referente aos cuidados básicos de higiene pessoal”, esclareceu Fernando Máximo.

OUTROS ESTADOSTambém começou a valer nesta quinta-feira (7) o lockdown em Belém, e outros nove municípios do Pará. Com o objetivo de aumentar os índices de isolamento social e diminuir o número de casos de Covid-19 no estado, a restrição se estende por dez dias. A determinação deve manter somente serviços essenciais e limitar circulação de pessoas nos sete municípios da região metropolitana e outros três no interior.

No primeiro dia de “lockdown” no Pará, muitos carros e pessoas ainda circulavam ruas de Belém. Cerca de 30 barreiras serão montadas somente em Belém para fazer a abordagem das pessoas e orientá-las sobre as restrições. Na BR-316, no km 17, uma barreira do Departamento de Trânsito também fiscaliza o cumprimento do decreto.


No Maranhão, a medida que entrou em vigor na última terça-feira (5) e tem validade por dez dias, é válida para os municípios de Raposa, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Ilha de São Luís. No Estado foram montados 50 pontos de fiscalização e controle.

Em Fortaleza, capital do Ceará, o sistema será implementado na próxima sexta-feira (8). O tráfego de veículos particulares só será permitido em casos devidamente justificados, mas, para garantir o funcionamento das atividades essenciais, ônibus, táxis, mototáxis e o serviço de transporte por aplicativo funcionarão normalmente. Em Pernambuco, a Prefeitura do Recife não descarta a possibilidade de também adotar a medida.

Na Bahia, a primeira cidade a implementar será Salvador. A partir deste sábado (9), e de maneira gradual, algumas regiões da cidade serão interditadas pela prefeitura e bairros inteiros podem ser isolados. O objetivo é frear o avanço da contaminação e retardar ao máximo a saturação dos leitos, prevista para acontecer em 20 de maio. O anuncio do isolamento obrigatório em alguns bairros de Salvador foi feito na manhã desta quarta-feira (6), pelo prefeito ACM Neto.

Em São Paulo, o governador João Dória deve anunciar amanhã também medidas semelhantes em algumas áreas da periferia da capital paulista.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here