Cidadão impede equipe da Energisa de cortar luz e PM é acionada

0
69

Mais um conflito envolveu um morador de Porto Velho e uma equipe da Energisa, no momento em que funcionários tentavam realizar uma inspeção em um medidor de energia de uma residência localizada no Centro da capital rondoniense.

De acordo com o proprietário Ivan Almeida, ele estava em seu trabalho quando foi informado pelos vizinhos, que uma equipe da empresa estava na casa dele. “Primeiramente eu não estava em casa. Não recebi nenhuma notificação. Eles chegaram e falaram que iam mexer e eu, seguindo as orientações do meu advogado, não deixei e acionei a Polícia Militar”, afirmou.

De acordo com o funcionário da Energisa, Crismadson Oliveira Costa, a resolução 414 da ANEEL diz que uma equipe tem direito de realizar essa inspeção no momento que a Energisa bem entender, desde que seja realizado na presença proprietário da residência.

“Nós mostramos a ele a ordem de serviço, a equipe se apresentou e a todo o momento ele impediu nosso trabalho. O prazo de 72 horas de notificação é apenas quando o consumidor solicita a inspeção, e não a Energisa”, afirmou Crismadson.

Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada ao local e no momento em que a polícia chegou o cidadão autorizou sob escolta dos PMs que a equipe da Energisa inspecionasse o medidor. Os técnicos encontraram uma alteração no medidor. O morador foi notificado e não teve seu fornecimento de energia cortada, mas terá de procurar uma negociação com a Energisa. A Polícia Militar irá realizar um Boletim de Ocorrência relatando os fatos ocorridos.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.