TODOS OS 17 VEREADORES QUE TOMARAM POSSE NESTE DIA 1º DE JANEIRO

Na noite desta sexta-feira (1º), Isaú Fonseca (MDB) tomou posse como prefeito de Ji-Paraná, juntamente com o seu vice, Joaquim Teixeria (MDB). Na cerimônia, realizada na Câmara Municipal de Ji-Paraná (CMJP), também foram empossados os 17 vereadores.

Ouça as entrevistas do vereador e presidente da Câmara, Wellington Fonseca, e do recém-eleito, vereador Éder do Sindicato

 

 

Nesta primeira sessão da 10ª Legislatura, também foram eleitos os vereadores que irão compor a mesa diretora para o biênio 2021-22. Com 12 votos a favor e cinco contrários, Wellington Fonseca (MDB) foi escolhido o novo presidente da CMJP.


ISAÚ FONSECA FAZ O JURAMENTO SOLENE PARA O EXERCÍCIO DO CARGO

Marcelo Lemos será o novo vice-presidente; Ademilson Procopio será o segundo vice-presidente; Lorenil Gomes foi escolhido o primeiro secretário; Elvis Gomes foi eleito segundo secretário; Beto Wosniach (PDT) assume como terceiro secretário e Juscelia Dallapicola (PSDB) foi nomeada como quarta secretária.

Nim Barroso, na condição de vereador mais votado, presidiu a cerimônia de posse e a sessão solene de instalação da 10ª Legislatura de Ji-Paraná. Após a abertura, os vereadores eleitos foram convocados por ordem alfabética para assinar o termo de posse dos cargos.

O CHEQUE DA ECONOMIA DE RECURSOS FOI ENTREGUE AO PREFEITO ISAÚ

Em seguida, Isaú Fonseca e Joaquim Teixeira assinaram os ternos de posse de prefeito e vice-prefeito, respectivamente. Durante o discurso, Joaquim Teixeira apresentou um cheque simbólico, no valor de R$ 1.748.297,16, recurso economizado pela Casa de Leis de Ji-Paraná.

O deputado federal Lúcio Mosquini (MDB) e os vereadores eleitos Lorenil Gomes (PSDB), Marcelo Lemos (PSD), Edisio Barroso (Solidariedade), Ademilson Procopio (PTB) e Elvis Gomes (Republicanos) também discursam na primeira sessão de 2021.

Durante o discurso de posse como prefeito de Ji-Paraná, Isaú Fonseca agradeceu os mais de 15 mil votos que recebeu e reafirmou o compromisso estabelecido com toda a população ji-paranaense. “Eu não tenho tempo para convencer ninguém. O meu tempo eu vou gastar trabalhando, e muito, para o povo de Ji-Paraná e não preocupado em convencer A, B, C ou D”, declarou.

A IMPRENSA DE JI-PARANÁ COMPARECEU AO EVENTO EM GRANDE NÚMERO

Na oportunidade, Isaú também convidou os 17 vereadores eleitos e a imprensa local para, na próxima terça-feira (5), visitar as dependências do Hospital Municipal Dr. Claudionor Couto Roriz.  “Terça-feira, eu os convido para fazer um tour no Hospital Municipal. Eu vou mostrar como eu estou pegando o Hospital Municipal de Ji-Paraná. A mazela que está lá, a falta de respeito com o cidadão, com a vida do povo”, convocou Isaú Fonseca.

Isaú frisou energicamente e gesticulando  bastante que com saúde não se fez politicagem. Ele disse que vai acionar juridicamente o ex-secretário da Saúde pelas “mentiras” ditas à população ao dizer que o Centro de Covid teria mais dez leitos de UTIs prontos para funcionar.

“Eles vão ter de responder na Justiça. Eu vou chamar o dr. Galvão para conversar. A prefeitura tem muitos advogados e vou colocar todos eles para trabalhar nisso“, esbravejou o prefeito eleito. “O Hospital está sem remédio, sem UTI, sem profissionais. Queriam que a bomba estourasse no meu colo, mas a casa caiu antes. Não somos assim”, reiterou de forma enfática Isaú.

ISAÚ LAMENTOU A AUSÊNCIA DE SUA FAMÍLIA EM UM MOMENTO TÃO MARCANTE

O prefeito lamentou a ausência da família durante a cerimônia de posse, obedecendo as restrições para combater a proliferação do novo coronavírus (Covid-19). “Minha família não pôde vir, infelizmente, pelo mal que nos cerca. Gostaria muito de estar aqui, tirando uma foto com a minha família, nesse que é um momento único da minha vida. Eu lutei tanto para chegar até aqui, como prefeito de Ji-Paraná. Um momento mais do que especial, gostaria muito, de coração, que eles estivessem aqui, me vendo, mas infelizmente a situação exige precaução e, aqui, não pode ser diferente, essa precaução também precisa existir”, destacou o chefe do executivo.

Encerrados os discursos os vereadores se reuniram para formalizar as duas chapas e disputar a eleição para a Mesa Diretora do biênio 2021-2022. Em votação verbal e pública foi vencedora a chapa 1 encabeçada pelo vereador Wellington Fonseca (MDB).

Veja a seguir galeria de fotos do evento (clique nas fotos para ampliá-las):



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here